Homem é multado em R$ 27 mil por manter aves em cativeiro no litoral de SP

Mesmo sem autorização, ele mantinha os pássaros no quintal de casa há quatro anos, segundo a polícia ambiental

A Polícia Militar Ambiental multou, em R$ 27 mil, um homem que mantinha 18 aves em cativeiro no quintal da própria residência, em Itanhaém. Os pássaros eram mantidos sem autorização, sendo constatada a infração ambiental.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

Os policiais estavam averiguando uma denúncia de maus-tratos quando encontraram as aves durante a fiscalização. Entre os pássaros, estava um caboclinho frade, espécie ameaçada de extinção no estado de São Paulo.

As aves não apresentavam sinais de maus-tratos. Segundo a polícia, a multa foi elaborada com base no auto de infração ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. O responsável precisa regularizar a situação das aves.

Ao ser questionado, o dono do imóvel disse que mantinha os animais em cativeiro, para domesticação, mesmo sem autorização do órgão ambiental.

A ocorrência foi registrada como crime ambiental na Delegacia Sede de Itanhaém.

Tudo sobre: