Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Entregador de marmitas de Peruíbe é encontrado morto com tiros nas costas e cabeça

Polícia Civil investiga o assassinato do homem de 43 anos. Até o momento, ninguém foi preso

Por: Por ATribuna.com.br  -  05/03/21  -  12:20
Polícia Civil de Peruíbe prosseguirá com as investigações do caso
Polícia Civil de Peruíbe prosseguirá com as investigações do caso   Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil investiga a morte de um entregador de marmitas, em Peruíbe, no Litoral Sul. A vítima, de 43 anos, foi morta com dois tiros, sendo um nas costas e outro na cabeça, na tarde da última terça-feira (2). Até o momento, ninugém foi preso.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O caso ocorreu na Rua Papa Paulo IV, no balneário Flórida, que por um acaso é o mesmo endereço onde a vítima, identificada como Nilton Antonio Junior, reside. Policiais militares foram acionados para uma ocorrência de homicídio por meio de um chamado do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).


Ao chegar no endereço indicado, os policiais encontraram diversos populares ao redor do corpo, que se aglomeraram para saber o que havia acontecido após ouvirem barulhos de disparos de arma de fogo.


No local, os policiais encontraram o corpo com duas perfurações de arma de fogo, na região das costas e na cabeça, deitado no solo, sem camisa e ao lado do que seria sua bicicleta, utilizado para realizar entregas.


A autoridade policial solicitou a presença de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgância (Samu), que constatou a morte de Nilton Antonio ainda no local. A Polícia pediu exames do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML). O corpo foi levado para o IML.


No local do crime, os policiais localizaram e apreenderam o celular da vítima para maiores investigações e idenitificar possíeis suspeios.


O caso foi registrado como homicídio qualificado na Delegacia Sede de Peruíbe. Segundo informações da polícia, a mãe do entregador compareceu até a delegacia acompanhada do adovgado da família para prestar depoimento.


Além do celular apreendido, a polícia recolheu da cena do crime um maço de cigarros e uma bituca, que vão passar por perícia. As investigações prosseguem sob comando da Polícia Civil. Até o momento, ninguém foi identificado.


Logo A Tribuna