Encapuzados executam com 11 tiros suspeito de envolvimento com tráfico internacional

Vítima estacionava o carro quando foi abordada por dupla que ocupava um veículo branco

Por: Eduardo Velozo Fuccia  -  12/11/18  -  09:20
  Foto: Alberto Marques/AT

Dois homens encapuzados e ocupando um carro branco, cujos modelo e placa não foram anotados, executaram com 11 tiros Adilson de Jesus, de 46 anos, no Morro São Bento. Os disparos foram efetuados com pistolas .40 e 9 milímetros – ambos os calibres de uso restrito e com alto poder de fogo.


A vítima foi assassinada no final da tarde de sábado (10), no momento em que estacionava o seu Polo, ano 2019, na Rua São Fernando. No banco traseiro do carro estava outro homem, de 51 anos, que foi baleado na perna direita e passa bem.


Vítima foi levada do Morro São Bento para a UPA Central, mas não resistiu
Vítima foi levada do Morro São Bento para a UPA Central, mas não resistiu   Foto: Susan Hortas/PMS

O motorista e o passageiro do Polo foram levados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, onde Adilson morreu. A vítima fatal já foi presa pela posse ilegal de uma pistola 9 milímetros com a numeração raspada e 50 munições do mesmo calibre, em 6 de agosto de 2006. Além disso, ela era suspeito de envolvimento com o tráfico internacional de drogas via Porto de Santos.


Em 19 de outubro do ano passado, policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) cumpriram mandado de busca e apreensão na casa de Adilson. Eles acharam anotações referentes a pagamentos de valores elevados, supostamente ligados ao tráfico, e planilhas sobre a movimentação de contêineres e navios no cais santista.


O motorista do Polo morava na própria Rua São Fernando. O homem baleado na perna também reside na mesma via. O passageiro do carro foi preso em flagrante por roubar um comércio a mão armada em 7 de junho de 2006. No dia 6 de agosto, ele fugiu do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente e foi recapturado em 21 de outubro daquele ano.


Logo A Tribuna