Confusão entre vizinhas termina em socos, pedradas e mordida na orelha no litoral de SP

Desentendimento começou por causa de som alto e virou briga generalizada

Por: ATribuna.com.br  -  13/05/22  -  07:01
Atualizado em 13/05/22 - 09:25
Aiana teve sua orelha mordida pela dona da adega e foi encaminhada para o hospital
Aiana teve sua orelha mordida pela dona da adega e foi encaminhada para o hospital   Foto: Arquivo pessoal/Aiana Maria Rodrigues Santos

Uma briga envolvendo três mulheres nesta quinta-feira (12), no Jardim Ana Paula, em Bertioga, resultou em confusão generalizada, com socos, chutes, pedradas na cabeça e uma orelha mordida.



Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A Polícia Militar (PM) foi acionada para ir até uma adega na Cidade, onde Aiana Maria Rodrigues Santos, de 33 anos, estaria sendo agredida pela dona do estabelecimento e mais uma mulher. Segundo ela, as agressoras, visivelmente alteradas, a espancaram. Uma delas mordeu a orelha de Aiana, que ficou ensanguentada.


De acordo com o boletim de ocorrência, as agressoras dizem que Aiana começou a xingá-las. A dona da adega afirma, ainda, ter levado um tapa de Aiana e que revidou a jogando no chão e mordendo sua orelha. A briga foi interrompida por vizinhos.



Após o ocorrido, Aiana foi levada pelos policiais militares ao pronto-socorro, onde fez exame de corpo de delito, tomou medicamentos e realizou uma radiografia.


A confusão teve início com uma reclamação feita por Aiana sobre o som alto da adega, que permaneceria até a madrugada. “Tenho uma bebê e o som da adega é muito alto”, contou Aiana para A Tribuna.


A Reportagem procurou a dona da adega, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.


Logo A Tribuna