COE é acionado para localizar ladrão que tentou fugir por tubulação de shopping em São Vicente

Embora a identidade do rapaz ainda seja ignorada, câmeras de segurança filmaram quando ele entrou no shopping

Por: Eduardo Velozo Fuccia & Da Redação &  -  18/01/19  -  17:00
Rapaz permaneceu clandestinamente em shopping para depois invadir uma loja
Rapaz permaneceu clandestinamente em shopping para depois invadir uma loja   Foto: Reprodução

O Comando de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar, foi acionado para localizar o jovem que furtou 26 celulares de uma loja do shopping Brisamar, em São Vicente, e tentou fugir pela tubulação de ar-condicionado, estando há cerca de 36 horas desaparecido.


Embora a identidade do rapaz ainda seja ignorada, câmeras de segurança filmaram quando ele entrou no shopping Brisamar, na quarta-feira (16). Após o centro comercial fechar, ele permaneceu clandestinamente no local para depois invadir a loja da Telefônica Vivo.


O estabelecimento fica no 4º piso, o mesmo da praça de alimentação. Para invadi-lo, o jovem entrou em uma loja vizinha, cuja porta foi achada aberta. Neste comércio, ele acessou a tubulação do ar-condicionado e chegou ao estoque da Vivo, onde também foi filmado por câmeras de segurança.


A Tribuna obteve imagens do ladrão. Com o suposto objetivo de não ser detectado pelo sensor do alarme da Vivo, o jovem é visto na gravação andando abaixado pelo estoque. Os celulares furtados estão avaliados em R$ 77.542,39.


Suspeito foi flagrado pelas câmeras de segurança dentro de loja após entrar por tubulação de ar
Suspeito foi flagrado pelas câmeras de segurança dentro de loja após entrar por tubulação de ar   Foto: Reprodução

Trabalho de resgate


O piso da praça de alimentação foi evacuado na manhã desta sexta-feira (18). Inicialmente, foi ouvido pedido de socorro do jovem e bombeiros tentaram retirá-lo da tubulação, mas sem sucesso. Já faz várias horas que não é ouvido qualquer barulho.
Devido à elevada temperatura, cogita-se a hipótese de o acusado ter desmaiado. Para a sua localização foi acionado o COE, grupo de elite da PM. Os bombeiros continuam no Brisamar para dar apoio à operação.


Logo A Tribuna