EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

6 de Agosto de 2020

Chileno é achado amarrado e morto dentro de carro em estacionamento de supermercado

Caso aconteceu no Tupi, em Praia Grande. Corpo foi encontrado nesta segunda, mas veículo estava estacionado no local desde sábado

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte do chileno Juan Patricio Menzel Siebert, de 56 anos. O seu corpo foi encontrado amarrado na manhã desta segunda-feira (22) dentro de um carro no estacionamento de um supermercado em Praia Grande.

O veículo é um Renault Scénic prata, ano 2003, pertencente a Juan. Segundo informações, o automóvel estava desde sábado no estacionamento do Supermercado Beija-flor, localizado na Avenida Presidente Castelo Branco, 2.640, no Tupi.

Porém, apenas na manhã desta segunda-feira é que guardas civis municipais foram avisados por populares. O chileno estava sentado no banco do motorista. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, sendo constatada a morte de Juan.

No painel do Scénic havia um bilhete manuscrito com o nome de um homem, o número de um telefone celular com o código de área 13 e um pedido para que ele fosse avisado. Na anotação também consta a cidade de Cubatão, município onde residia Juan.

O homem não apresentava lesões visíveis. A corda que o amarrava passava pelas suas pernas até a parte de trás do banco. Os nós foram feitos na parte frontal do assento. No carro, havia muitas roupas e objetos pessoais da vítima.

O delegado Flávio Goda Magário, do 1⁰ DP de Praia Grande, registrou o caso como "morte suspeita" e acionou policiais da 3ª Delegacia de Investigações de Homicídios.

O Scénic foi apreendido para a realização de perícia. O corpo do chileno foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) e será submetido a exames necroscópico e toxicológico.

Tudo sobre: