Chefe do tráfico e membro do PCC, 'Tigrão' é preso enquanto cortava cabelo em Santos

Apontado como chefe do tráfico no Morro do José Menino, Thiago estava foragido desde janeiro de 2017

Procurado da Justiça, acusado de pertencer ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e apontado como um dos chefes do tráfico de drogas do Morro do José Menino, em Santos, Thiago Santana da Costa, o Tigrão, de 33 anos, foi capturado às 15 horas deste sábado (9) em um salão de cabeleireiros.

Tigrão cortava o cabelo quando a equipe do delegado Rubens Eduardo Barazal Teixeira e do investigador Luiz Fonseca, da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), chegaram ao salão, localizado na Avenida Presidente Wilson, no José Menino.

Os policiais, há dias, tentavam localizar Tigrão. Ele está foragido do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Pacaembu desde o dia 3 de janeiro de 2017. Sem qualquer chance de reação, o marginal foi algemado na frente de outros clientes e dos funcionários do estabelecimento.

Após ser conduzido à Dise para a realização das formalidades de praxe, o capturado foi removido à cadeia anexa ao 5º DP de Santos, estando à disposição do sistema penitenciário estadual.

Tudo sobre: