Cerca de 500 celulares e peças de 'procedência duvidosa' são apreendidos em lojas do Litoral de SP

Ação da Polícia Civil tem por finalidade prevenir e reprimir crimes patrimoniais, enfocando esses aparelhos

Por: ATribuna.com.br  -  11/02/24  -  08:01
Aproximadamente 500 aparelhos e peças de procedência duvidosa foram encontrados nos estabelecimentos
Aproximadamente 500 aparelhos e peças de procedência duvidosa foram encontrados nos estabelecimentos   Foto: Divulgação

Responsáveis por dois estabelecimentos comerciais que lidam com celulares em Guarujá foram autuados neste sábado (10) em flagrante por crime contra a relação de consumo, dentro da terceira fase da Operação Verão. A finalidade da ação é de prevenir e reprimir crimes patrimoniais, com especial enfoque em furtos e roubos de celulares.


Aproximadamente 500 aparelhos e peças de procedência duvidosa foram encontrados nos locais que ficam na mesma rua, a Vereador Orlando Falcão, e muito próximos, em razão da numeração dos imóveis, mas em bairros diferentes, segundo os boletins de ocorrência (Jardim Praiano e Vila Baiana).


Um dos estabelecimentos já estava na mira do Grupo de Operações Especiais (GOE) e da 1ª DIG da Deic da Baixada Santista. Dias antes, um aparelho com registro de furto em 17 de dezembro de 2021, em Araraquara, no interior de São Paulo, havia sido encontrado com uma pessoa, que informou ter comprado, no local, o celular seminovo por R$ 400,00.


Foram encontrados celulares para conserto, com aparente uso de peças usadas, mas sem que o responsável apresentasse prévia autorização por escrito dos consumidores ou notas fiscais
Foram encontrados celulares para conserto, com aparente uso de peças usadas, mas sem que o responsável apresentasse prévia autorização por escrito dos consumidores ou notas fiscais   Foto: Divulgação

O mesmo perfil, porém, foi observado nos dois locais. Foram encontrados celulares para conserto, com aparente uso de peças usadas, mas sem que o responsável apresentasse prévia autorização por escrito dos consumidores ou notas fiscais.


Além disso, as equipes operacionais apreenderam diversas peças e componentes nitidamente de desmonte de aparelhos de origem desconhecida e não justificada pelos responsáveis dos estabelecimentos.


Logo A Tribuna
Newsletter