EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

23 de Outubro de 2019

Cantor é agredido a marretadas após desentendimento por venda de filhote de cachorro

Caso aconteceu na noite do dia 5 de julho, na Vila Margarida, em São Vicente. Dois homens e uma mulher desferiram golpes contra a vítima

O cantor Jhonatan Dener Lima de Matos, de 25 anos, teve a casa invadida e foi agredido com golpes de marreta por dois homens e uma mulher. Desentendimento na venda de um filhote fêmea de cachorro da raça husky siberiano motivou o ataque.

Morador na Vila Margarida, em São Vicente, Jhonatan levou dez pontos na cabeça, fraturou a perna esquerda abaixo do joelho e sofreu outras lesões pelo corpo em razão das marretadas.

O ataque aconteceu no início da noite de sexta-feira da semana passada (5), e a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), permanecendo um dia internada. Os autores da violência fugiram.

Na última quarta-feira (10), o cantor compareceu ao 2º DP de São Vicente e prestou depoimento sobre o ocorrido. Ele estava com o advogado Uriel Pinto de Almeida, que questionou a tipificação criminal dada ao caso no plantão da delegacia do município.

“O delito foi registrado como lesão corporal dolosa, que é uma mera agressão. Porém, estamos diante de uma tentativa de homicídio. Foi inequívoca a intenção de matar dos autores”, declarou Uriel.

Ainda conforme o advogado do cantor, além da superioridade numérica, todos os autores estavam armados de marreta. “Eles atacaram uma vítima indefesa. Não fosse a intervenção de populares, ela teria morrido”, concluiu.

A Polícia Civil aguarda laudos de exames de corpo de delito e realiza outras investigações para manter ou modificar o enquadramento penal do episódio.

Um dos acusados foi identificado por Gabriel e mora em Praia Grande. O outro homem seria o seu irmão. Sobre a mulher, sabe-se apenas que ela é loira.

Vítima sofreu uma fratura na perna esquerda após ser agredido (Foto: Arquivo Pessoal)

Venda pela internet

Uriel informou que o seu cliente anunciou pela internet a venda do filhote de husky siberiano e Gabriel demonstrou interesse pelo animal, ficando combinado o valor de R$ 2.300.

Segundo a vítima, foi paga como sinal a importância de R$ 300. Por ocasião da entrega do cachorro, no dia 5 de junho, Gabriel deu mais R$ 700.

Porém, como o saldo devedor não foi quitado no prazo estipulado, o cantor foi até a casa do comprador na quinta-feira da semana passada para cobrá-lo ou reaver o animal.

“Gabriel ofereceu notebook, celular e videogame, mas não era isso o combinado. Jhonatan não aceitou e retornou para casa com o filhote. No dia seguinte, ele foi surpreendido em sua residência por Gabriel, o irmão dele e a mulher loira. O trio queria a devolução do cachorro, mas não conseguiu esse intento”, finalizou Uriel.

Desentendimento aconteceu por conta da venda de um cachorro husky siberiano (Foto: Arquivo Pessoal)
Tudo sobre: