EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Câmeras flagram grupo furtando loja em shopping de Santos; veja

Quatro integrantes furtaram três aparelhos celular de uma vitrine. Crime aconteceu na noite de sábado (18)

Câmeras de circuito de monitoramento flagraram um grupo de quatro pessoas furtando uma loja de eletrônicos e brinquedos no último sábado (18). O grupo, formado por três homens e uma mulher, levou itens da vitrine de um estabelecimento do Shopping Parque Balneário, no Gonzaga, em Santos. A Polícia Civil investiga o caso.

O furto aconteceu na noite do último sábado, por volta das 22h, enquanto a loja já estava fechada, e em um horário próximo ao fechamento do shopping. No vídeo, um dos suspeitos tenta abrir a vitrine da loja enquanto uma mulher observa o movimento de clientes.

Pouco tempo depois, o mesmo homem retorna para a frente das vitrines, mas dessa vez acompanhado de dois comparsas. Depois de muita insistência, um dos bandidos consegue abrir uma das janelas da vitrine. Em dois momentos, ele pega dois objetos e os esconde dentro do bolso da calça. Durante um furto e o outro, o homem recebe sinais dos comparsas para que eles não fossem reconhecidos ou chamasse a atenção dos clientes. A ação durou cerca de dez minutos.

Ação de criminosos foram flagradas por câmeras de monitoramento (Foto: Reprodução)

Segundo informações da Polícia Civil, três aparelhos celulares foram furtados da loja, que fica localizada no primeiro andar do shopping. Um representante do estabelecimento contou a polícia que, no domingo (19), ao chegar para trabalhar, encontrou a loja com a porta arrombada. Na segunda-feira (20) pela manhã, ele se encaminhou ao 7º DP de Santos onde realizou um boletim de ocorrência.

O representante apresentou as imagens do circuito de monitoramento da loja à Polícia Civil. Pelo vídeo, a polícia espera identificar o grupo. Até a publicação da reportagem, ninguém foi preso.

Em nota, o Shopping Parque Balneário confirmou o furto em uma de lojas do local e que está colaborando com a polícia para a apuração e solução do caso.

Caso foi registrado no 7º DP de Santos e a Polícia Civil segue as investigações (Foto: AT)