EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

17 de Agosto de 2019

Bandido morto na Zona Noroeste de Santos em confronto com a PM seria integrante do PCC

Caso ocorreu na Praça José Lamacchia, por volta das 19h30 desta segunda-feira (12)

O criminoso que morreu após confronto com policiais militares na noite de segunda-feira (12), em Santos, seria um suposto integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC). O caso aconteceu nas proximidades da Praça José Lamacchia, localizada no fim da Avenida Jovino de Mello, no bairro Rádio Clube.

Adaílton de Oliveira, conhecido por ‘Coreano’, de 40 anos, participava de uma sessão do "tribunal do crime", no qual bandidos julgam outros criminosos. Ele, que era ex-detento, fugiu ao notar a presença da PM no local.

A Polícia Civil informou para A Tribuna On-line que Coreano invadiu uma casa para se esconder dos policiais. Dentro da moradia, o criminoso disparou contra um PM, que revidou em legítima defesa. Um dos tiros acertou o peito do suspeito.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Coreano foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, mas chegou ao local já sem vida.

Contra Coreano, havia passagens por homicídio, porte ilegal de arma de fogo, corrupção ativa e receptação de carro roubado. O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ), e será investigado pelo 5º Distrito Policial, responsável pela área em que ocorreu o caso.

Caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Santos (Foto: Cássio Lyra/AT)