Agentes apreendem drogas, celulares e impedem fuga em CPP de Mongaguá

Ações ocorreram entre a tarde de domingo e a madrugada desta segunda-feira

Por: Eduardo Velozo Fuccia  -  13/11/18  -  10:01
Projetado para 1.640 detentos, o CPP de Mongaguá abriga 2.948
Projetado para 1.640 detentos, o CPP de Mongaguá abriga 2.948   Foto: Rogério Soares/AT

Entre a tarde de domingo (11) e a madrugada de segunda-feira (12), celulares e drogas foram apreendidos no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Dr. Rubens Aleixo Sendin, em Mongaguá. Agentes ainda evitaram que três detentos fugissem da unidade.


Eram cerca de 16h30 de domingo quando agentes penitenciários perceberam que objetos foram arremessados para o interior do CPP de Mongaguá. Os materiais caíram próximo à torre 5 e três presos os recolheram e os levaram ao interior do pavilhão 6.


Porém, logo em seguida, os funcionários fizeram uma vistoria nesse pavilhão, apreendendo três celulares, um chip, dois carregadores, cinco baterias, 237 gramas de maconha convencional e dez porções de K4 (maconha sintética). Os detentos que recolheram os materiais não foram identificados.


Madrugada


Por volta da 1 hora de segunda-feira, outros agentes penitenciários viram três presos correndo pelo campo do pavilhão 4 em direção à muralha. O alarme foi acionado e os detentos retornaram ao pavilhão através de uma janela quebrada.


O trio que tentou escapar não foi identificado. Durante vistoria no pavilhão 4 foram apreendidos dois fones de ouvido, três carregadores e 410 gramas de maconha.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna