Acusado de mandar matar papiloscopista é preso em Santos

Mário Bruno Vieira dos Santos, o 'MM', é suspeito de comandar tráfico no Morro São Bento

Por: Eduardo Velozo Fuccia  -  15/11/18  -  19:30
João Ferreira de Moura Júnior, de 48 anos, foi morto na frente da casa da namorada
João Ferreira de Moura Júnior, de 48 anos, foi morto na frente da casa da namorada   Foto: Divulgação

Apontado pela Polícia Civil de ser um dos chefes do tráfico de drogas no Morro São Bento e mandante do homicídio a tiros do papiloscopista João Ferreira de Moura Júnior, de 48 anos, do 7º DP de Santos, Mário Bruno Vieira dos Santos, o MM, de 29, foi preso na madrugada desta quinta-feira (15) por policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise).


MM pilotava uma Honda Biz 125 vermelha pela Avenida Santo Antônio do Valongo, no Morro São Bento, onde mora, e não esboçou reação. A captura ocorreu por volta da 1h30. Em seguida, a equipe da Dise foi à residência do acusado, onde apreendeu um caderno com anotações supostamente relacionadas ao tráfico de drogas.


A moto foi apreendida, bem como um carro Citroën C3 branco estacionado em frente à casa. Dois celulares do acusado também foram recolhidos pelos policiais Há mais de um mês, os investigadores da Dise observavam que os veículos se dirigiam com frequência até uma escadaria do morro onde ocorre o tráfico. A suspeita é a de que eles eram usados no transporte de entorpecentes.


Em razão da execução do policial civil, MM teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, mas ainda ostentava a condição de procurado. Júnior foi atingido por dois disparos, um na testa e outro que se alojou entre o ombro direito e o peito. O crime ocorreu na madrugada de 28 de fevereiro deste ano, na Rua Professor Celso da Cunha Alves, no Jabaquara.


O papiloscopista estava desarmado e dirigia o seu veículo Chevrolet Blazer. Ele havia saído há poucos minutos da casa da namorada, no Morro São Bento. Internado em estado grave na Santa Casa de Santos, o policial civil morreu três dias depois. Além de MM, mais seis acusados de participação no homicídio foram identificados e tiveram as suas prisões decretadas.


Mário Bruno Vieira dos Santos, o MM, de 29, foi preso na madrugada desta quinta (15) (Foto: Divulgação)

Tudo sobre:
Logo A Tribuna