EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

5 de Agosto de 2020

Acusado de homicídio é preso após pular do 2º andar de prédio para fugir em Santos

Prisão aconteceu quinta-feira (12), no BNH. Ele é acusado de um crime em 2017, no Litoral Norte

Réu em processo de homicídio cometido em São Sebastião, no Litoral Norte, e com prisão preventiva decretada, João Carlos da Silva, de 47 anos, foi preso às 15h desta quinta-feira (12), após pular do segundo andar de um apartamento do BNH no bairro Aparecida, em Santos.

A captura ocorreu na área comum do edifício, no térreo. Prevendo provável tentativa de fuga, quatro policiais do 2º DP de São Sebastião cercavam o edifício e prenderam João Carlos tão logo ele caiu. O acusado não se feriu na queda.

O homicídio aconteceu em 2017, durante festa de familiares e amigos em uma casa em Boiçucanga. “Houve uma confusão, e testemunhas acusam João Carlos de matar um homem com uma facada no coração”, disse o investigador Ricardo Marques.

O acusado fugiu logo após, mas o crime foi esclarecido pela equipe do delegado Alexandre Bertolini, e a Justiça decretou a preventiva de João Carlos. As investigações prosseguiram para descobrir o esconderijo do acusado, o que aconteceu quinta-feira.

Dois policiais se dirigiram ao apartamento e outros dois permaneceram no térreo. Ao pressentir que seria preso, João Carlos pulou da janela da cozinha, mas não conseguiu escapar. De modo informal, ele confessou o homicídio. “O réu alegou que esfaqueou a vítima porque ela o teria ameaçado de morte”, informou Marques.

Tudo sobre: