EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

13 de Agosto de 2020

Ação policial apreende 7,5 toneladas de pesca irregular em Guarujá

Infratores receberam multa de R$ 4 milhões por atividades no perímetro da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Centro (APAMLC)

O policiamento Ostensivo Náutico resultou na apreensão de 7,5 toneladas de pescados retirados da Área Proteção Ambiental Marinha do Litoral Centro (APAMLC), em Guarujá. Duas embarcações pesqueiras foram autuadas com valores próximos a R$ 4 milhões.  

A ação foi realizada neste domingo (31), por equipes da Companhia de Polícia Militar Ambiental Marítima do 3° BPAmb, a CiaMar, em monitoramento por meio do Programa de Rastreamento de Embarcações Pesqueiras Por Satélite (PREPS). A operação contou com apoio da Fundação Florestal. 

Segundo os policiais, as embarcações apresentaram movimentação de atividade pesqueira dentro do perímetro da área proibida para pesca de emalhe, conforme legislação vigente. Após localização e abordagem, identificaram seis tripulantes em cada embarcação, sendo que um deles não possuía a devida licença para exercer atividade de pesca.  

As embarcações foram escoltadas até o terminal de descarga, local no qual se contabilizou um total de 7,5 toneladas de peixes. O flagrante resultou na elaboração de doze Autos de Infração Ambiental por “Pescar em local proibido” e um por “Exercer a pesca sem a licença do órgão ambiental competente”, em desfavor dos tripulantes a bordo, totalizando o valor de R$ 3.918.200,00.  

As embarcações e duas redes de emalhe - com treze quilômetros de comprimento cada - foram apreendidas. O pescado foi doado para quatorze instituições beneficentes da Baixada Santista. 

Tudo sobre: