Santos abre em janeiro vagas remanescentes de nova escola municipal

Restaram 12 vagas para educação infantil e 41 para Ensino Fundamental

Por: De A Tribuna On-line  -  18/12/19  -  10:57
  Foto: Divulgação/Prefeitura de Santos

A nova escola municipal de Santos abrirá matrículas para as vagasremanescentes em janeiro de 2020. AUnidade Municipalde Ensino (UME) Prefeito Paulo Gomes Barbosa, inaugurada no dia 23 de novembro, ainda conta com 53 vagas disponíveis, sendo 12 para educação infantil e 41 para o Ensino Fundamental.


No período entre 2 e 16 de dezembro, a escola realizou 503 matrículas, sendo atendidos o bairro Jabaquara e os morros Jabaquara, Bufo e Fontana.


As vagas remanescentes para o Ensino Fundamental poderão ser preenchidas a partir6 de janeiro, e ao longo do ano, por alunos moradores de outros bairros. Já para a educação infantil, os pais devem aguardar publicação de portaria em janeiro.


Para realizar a matrícula no Ensino Fundamental, os interessados devem se dirigir à unidade Paulo Gomes Barbosa, das 9h às 16h, e apresentar os seguintes documentos, acompanhados de suas cópias:


- Certidão de nascimento;
- Carteira de vacinação acompanhada de declaração de vacinação atualizada, expedida pela Unidade Básica de Saúde de referência da criança;
- Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), se possuir;
- Declaração de escolaridade ou Histórico Escolar a partir do 2º ano do Ensino Fundamental;
- Não sendo possível entregar o Histórico Escolar no ato da matrícula, o responsável legal deve comprometer-se a entregá-lo até o início do ano letivo;
- Cédula de identidade (RG) do pai, da mãe ou do responsável legal e cédula de identidade (RG) do candidato, se houver;
- Comprovante de residência no Município em nome dos pais ou responsáveis legais, conforme discriminado abaixo:
a) conta de água, gás, energia elétrica, telefone, internet ou TV por assinatura, com data de expedição de, no máximo, noventa dias;
b) correspondência de Instituição Bancária, com data de expedição de, no máximo, noventa dias;
c) fatura de cartão de crédito, plano de saúde e redes de supermercados ou lojas, com data de expedição de, no máximo, noventa dias;
d) contrato de aluguel em vigor, com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório;
e) declaração do proprietário do imóvel confirmando a residência, acompanhada de cópia do documento de identidade do signatário e um dos comprovantes de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel, com data de expedição de, no máximo, noventa dias;
f) guia ou carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).


Logo A Tribuna
Newsletter