Onde Investir: Menos ruim? Tesouro Direto

Nestes tempos de tensão no mercado, compre o Tesouro IPCA só se for resgatá-lo no vencimento

Quem já é investidor de títulos públicos e acompanha a rentabilidade diária na plataforma do Tesouro Direto deve ter notado que prefixados pela LFT (Tesouro Selic) e as NTN-Bs, que são corrigidas pelo IPCA, voltaram a dar rentabilidade positiva. Antes, elas estavam encolhendo como resultado da tensão das bolsas resultantes da pandemia. Na verdade, essa rentabilidade negativa ou minguada ocorre se o resgate for feito antes do prazo final, aquele ano que está informado ao lado do nome de cada papel no site do Tesouro Direto. 

Por exemplo, se você comprar o Tesouro IPCA 2035 agora e deixar para resgatá-lo no vencimento (15/5/2035), vai faturar a rentabilidade exatamente prometida, de 4,35% ao ano mais o IPCA. Se precisar do dinheiro já, vai receber a taxa do momento. Como a coluna recomendou em edições anteriores, não se deve fazer isso (comprar no longo prazo, mas vender agora). Como há uma expectativa de alta dos juros mais para a frente, os títulos negociados em mãos – agora – perdem valor. Se houvesse uma aposta de que as taxas de juros subiriam, seria o inverso – vender o Tesouro IPCA se tornaria vantajoso. Por isso, quem entende bem o segmento de títulos públicos pode ganhar especulando com eles. Claro, é preciso estar muito informado e ter um capital extra, pois não se pode depender desse dinheiro para pagar contas e outras despesas de curto prazo. 
O que fazer? Pelo menos nestes tempos de tensão no mercado, compre o Tesouro IPCA só se for resgatá-lo no vencimento. Não se preocupe, a taxa que está informada lá no site do Tesouro vai ser cumprida. 

Se for comprar título para vender no curto e médio prazo (menos de cinco anos ou a qualquer momento), o certo é ficar com o Tesouro Selic, ótimo para reserva financeira. Como o nome diz, ele é corrigido pela Taxa Selic (3% ao ano). Mesmo que o ano de resgate seja 2021, 2023 ou 2025, dá para vender antes pela Selic do momento. O problema é que a Selic deve cair para 2,25% ao ano em junho, como o Banco Central já alertou. Mas essa aplicação continuará sendo melhor que a caderneta. Esta, aliás, é remunerada com base em 70% da Selic. Portanto, a poupança vai remunerar em apenas 1,575%. Não, não é ao mês – é ao ano! Se é preciso ter investimento conservador e resgatável de baixo risco, que fique com o menos ruim, que é o Tesouro Selic.

Tudo sobre: