Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Gás de cozinha vai ficar 6% mais caro a partir desta quinta

Petrobras divulgou o reajuste nesta quarta (6). Com o aumento, o valor praticado pela estatal vai chegar a R$ 35,98 por 13kg, mas o preço final é determinado pelas distribuidoras

Por: Por ATribuna.com.br  -  07/01/21  -  14:08
Redução passa a valer a partir de segunda-feira (5)
Redução passa a valer a partir de segunda-feira (5)   Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (6), que vai aumentar o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, em 6%, a partir desta quinta-feira (7). Com o reajuste, o valor praticado pela Petrobras para o botijão de 13 Kg irá para R$ 35,98.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O reajuste do GLP segue a alta do petróleo no mercado internacional, que nesta quarta-feira fechou cotado a US$ 54,30 o barril do tipo Brent. Em 2020, a alta do GLP foi de 21,9%. Em nota, a empresa confirmou que desde novembro de 2019 igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial.


"Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final", frisou a empresa.


A Petrobras afirmou ainda que os preços de gás de cozinha praticados por ela tem como referência a taxa de câmbio, o valor de paridade de importação, constituído pelo valor no mercado internacional mais os custos que os importadores teriam, como frete, taxas portuárias e outros custos de transporte para cada local de fornecimento.


*Com informações de G1


Logo A Tribuna