Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Vacinação da Covid-19, no ritmo atual, vai demorar mais de 4 anos para imunidade coletiva no Brasil

Média de vacinados é de 94.157 pessoas por dia, considerado bem abaixo das expectativas e capacidade do sistema de Saúde do país

Por: Por ATribuna.com.br  -  30/01/21  -  13:48
Número total de vacinados no Brasil até agora está muito abaixo da expectativa de vacinação
Número total de vacinados no Brasil até agora está muito abaixo da expectativa de vacinação   Foto: Pixabay

O número de pessoas já vacinadas no Brasil, desde o início da campanha em 17 de janeiro, está muito abaixo das expectativas de imunização e da capacidade de nosso sistema de Saúde. De acordo com a BBC News Brasil, a média de vacinados é de 94.157 pessoas por dia. Nesse ritmo, o país levaria mais de 4 anos para atingir a imunização coletiva.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


"O ritmo de vacinação no país está simplesmente péssimo. Já deveríamos ter utilizado pelo menos todo esse primeiro lote de 6 milhões de doses da CoronaVac, do Instituto Butantan e da Sinovac", é o que revelou o epidemiologista Paulo Lotufo, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo à BBC.


De acodo com o especialista, falta planejamento, comunicação e coleta de informações mais precisas pelo sistema do Ministério da Saúde. Ele explica que uma inumização feita em larga escala ajudaria a proteger um conjunto maior, mesmo quem não recebeu a vacina ainda.


Experiência


A epidemiologista Carla Domingues foi coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde durante cerca 10 anos, de 2011 a 2019. Ela acredita que o Brasil tem total capacidade para acelerar o plano de vacinas. "Nas campanhas de vacinação contra a gripe, que acontecem anualmente, conseguimos imunizar 80 milhões de brasileiros em apenas 90 dias", compara.


A especialista lembra que o país tem cerca de 30 mil profissionais de saúde capacitados para vacinar. "Cada um consegue atender entre 20 e 30 pessoas por dia. Portanto, não é exagero dizer que podemos imunizar 900 mil ou até 1 milhão por dia", afirmou.


Covid-19


Apesar de existir uma referência quanto a vacinação em massa, ainda não se sabe ao certo qual a porcentagem mínima de vacinação necessária para que o que se considera "imunização coletiva" seja atingida. Os cientistas imaginam que atualmente a taxa deva estar entre 70% a 90%.


*com informações de BBC News Brasil


Logo A Tribuna