Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Governo do Estado divulga horários e dias da vacinação contra Covid-19; confira

Cronograma divulgado durante coletiva mostra horário e dias da semana em que será feita a imunização, com horário reduzido aos fins de semana

Por: Por ATribuna.com.br  -  06/01/21  -  18:23
Governo do Estado divulga horários e dias da vacinação contra Covid-19; confira
Governo do Estado divulga horários e dias da vacinação contra Covid-19; confira   Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O cronograma de vacinação contra a Covid-19, que deve ter início no dia 25 de janeiro, foi apresentado pelo Governo do Estado de São Paulo aos prefeitos durante reunião virtual nesta quarta-feira (6). O Instituto Butantan deve enviar o pedido de registro da CoronaVac nesta quinta-feira (7), mesma data em que o Estado deve divulgar informações a respeito da eficácia da vacina.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Durante a reunião, que também teve apresentados detalhes do Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus, foi dito que a vacinação irá ocorrer de segunda a sexta-feira, das 7 às 22 horas, e aos sábados, domingos e feriados das 7 às 17 horas, segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, em reunião com o governador João Doria (PSDB) e com os prefeitos do estado.


A CoronaVac é produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e ainda precisa ter a eficácia comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Estado prevê que os documentos sejam entregues ao órgão nesta quinta-feira (7), junto com os resultados dos testes feitos no país.


A previsão de início da vacinação continua sendo para o dia 25 de janeiro. O número de postos de vacinação deve ser ampliado, e passará de 5.200 para 20 mil, com a utilização de escolas, quartéis da PM, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistema drive-thru.


A expectativa é de que nove milhões de pessoas sejam vacinadas no estado de São Paulo. Os grupos prioritários são os profissionais da área da saúde, os idosos com mais de 60 anos, indígenas e quilombolas.


*Com informações do G1


Logo A Tribuna