Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

CoronaVac tem eficácia de 100% em casos graves de Covid-19, segundo Governo de SP

Instituto Butantan já iniciou os trâmites para o pedido do uso emergencial do imunizante para a Anvisa

Por: Tatiane Calixto  -  07/01/21  -  15:45
Atualizado em 07/01/21 - 16:03
Imunizante teve 100% de eficácia contra casos graves de Covid-19
Imunizante teve 100% de eficácia contra casos graves de Covid-19   Foto: Estadão Conteúdo

Os resultados finais dos testes com a CoronaVac no Brasil mostram que a vacina atingiu 100% de eficácia em casos graves da Covid-19 e de 78% nos casos leves. Depois de adiar por duas vezes o anúncio, o Instituto Butantan confirmou os dados de eficácia no início da tarde desta quinta-feira (7).


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Conforme o Butantan, nos casos graves, moderados e de internação hospitalar, o imunizante, desenvolvido em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, conseguiu uma eficácia de 100%. Já para os atendimentos ambulatoriais e casos leves, a eficácia é menor: 78%.


Embora esse percentual esteja abaixo dos resultados dos testes da vacina realizados na Turquia, a eficácia apontada para a CoronaVac fica acima do exigido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que é de 50%.


Com os resultados finais, o Butantan já iniciou o trâmite para o pedido de uso emergencial da CoronaVac à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Assim, a CoronaVac é a primeira vacina que tem esse pedido feito em solo nacional. A partir de agora, a Anvisa tem até 10 dias para analisar e decidir se libera ou não o imunizante.


Diante do anúncio, o governador João Doria afirmou que esse é um dia importante para os brasileiros e classificou a eficácia da vacina como alta. "Hoje é um dia histórico"


Logo A Tribuna