Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Vereador preso inicia mandato por videoconferência dentro de presídio

Fábio Júnior Alves de Andrade é suspeito de participar de um assalto e foi preso temporariamente. Ele tomou posse dentro da prisão

Por: Por ATribuna.com.br  -  05/01/21  -  19:09
Vereador tem 37 anos e foi eleito com 194 votos
Vereador tem 37 anos e foi eleito com 194 votos   Foto: Beto Silva/TV Paraíba

Preso temporariamente após ser suspeito de participar de um assalto, o vereador Fábio Júnior Alves de Andrade (PP) tomou posse no cargo de dentro da prisão, por videoconferência. Ele participou da sessão em uma sala da penitenciária, destinada para audiências feitas pela internet.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Fábio de Nego Chico, como é conhecido, tem 37 anos e foi eleito com 194 votos na cidade de Marizópolis, no Sertão da Paraíba. Ele está preso na Colônia Penal Agrícola de Sousa desde 18 de dezembro de 2020. Durante a cerimônia, o vereador esteve acompanhado de policiais e do advogado.


O vereador eleito cumpre prisão temporária de 30 dias e é suspeito de integrar um assalto que aconteceu em Sousa, no Sertão do estado. O crime contou com a participação de três homens que se passaram por policiais para roubar dinheiro e cheques de um empresário. O parlamentar teria ajudado na fuga.


A assessoria do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) afirma que as regras para posses são de responsabilidade das câmaras municipais. O advogado de Fábio, Abdon Lopes, declarou que não há evidências que comprovem o envolvimento do parlamentar com o crime.


*Com informações do G1


Logo A Tribuna