Rádio Tri FM inova na programação sem perder sua essência

Interação multiplataforma, novo logo e informação de qualidade e dinâmica são algumas das inovações da emissora

Por: Diego Palma  -  30/10/18  -  20:43
Val Tomazini, diretor artístico da Tri FM
Val Tomazini, diretor artístico da Tri FM   Foto: Reprodução/Instagram

O Grupo Tribuna segue em constante inovação para levar o melhor conteúdo ao seu público. Fazem parte desta reformulação um novoATribuna.com.br, a transformaçao e mesclagem das redes sociais e, também a rádio Tri FM, 105,5, que acompanha o processo de perto e vem se atualizando e modernizando.

Segundo a gerente de marketing do Grupo Tribuna, Rosângela Barreiro, a Tri FM vai trabalhar em conjunto com todas as plataformas digitais e ficará ainda mais jovem. "Queremos dar uma repaginada na cara da rádio. Vamos inovar a programação e deixa-la mais jovem. O logo da empresa também terá cara nova e vamos trabalhar com uma campanha multiplataforma", destacou Rosângela.


  Foto: Divulgação

Rádio com cara nova


Para Val Tomazini, diretor artístico da Tri FM, a rádio vive um período de remodelação para aderir ao mundo das plataformas digitais, mas sem perder a essência. "A rádio está cada vez mais se reinventando. Com essa questão de multiplataforma, colocamos jornalismo na programação, especiais com os profissionais da casa, uma linguagem mais dinâmica e vinhetas novas. Estamos fazendo com que a rádio seja completa. Ela está tocando sucesso, que é o que povo gosta de ouvir, está com informação de qualidade e rápida, além do entretenimento. Queremos deixar o ouvinte cada vez mais próximo de nós e mostrar que somos a mesma rádio, só que de cara nova", analisou Tomazini.

Por causa de todas essas inovações, Val também comentou que as redes sociais estão ganhando cada vez mais espaço na programação da Tri FM. "Estamos muito mais antenados em Instagram e Facebook que, inclusive, iremos repaginar. Estamos fazendo lives em nossas redes e queremos voltar com o estúdio Tri (programa com participação de artistas e transmitido via internet). Aí teremos um maior retorno dos ouvintes, que já interagem bastante pelas redes", comentou o diretor artístico da TriFM.

Questionado sobre qual a visão que ele tem do futuro com todas essas mudanças, Val é otimista. "A Baixada Santista ganha muito com isso. Essa integração de plataforma traz uma rádio completa e uma reviravolta muito boa para esse momento”, finalizou Tomazini.


Logo A Tribuna