Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Parlamento português aprova lei que autoriza a eutanásia

Texto aprova morte medicamente assistida em maiores de 18 anos mentalmente capazes; projeto ainda terá voto final do presidente

Por: Por ATribuna.com.br  -  30/01/21  -  21:50
Conexão Portugal: A Europa e o racismo
Conexão Portugal: A Europa e o racismo   Foto: Unsplash

O parlamento dePortugalafirmou nesta sexta-feira (29) uma lei que aprova a morte medicamente assistida. A nova lei, que descriminaliza a eutanásia, passou pela maioria dos parlamentares e seguirá para o Palácio de Belém para aprovação do presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O projeto prevê que a eutanásia seja realizada em maiores de 18 anos em situação de sofrimento ou com doença incurável com assistência de um médico. A exceção cabe apenas ao paciente que não estiver mentalmente capaz de tomar a decisão. A eutanásia será permitida apenas aos cidadãos portugueses ou residentes legais.


A lei da eutanásia foi aprovada com 136 votos a favor, 78 contra e quatro abstenções. Portugal se tornou o sétimo país do mundo a legalizar a eutanásia, depois de Espanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Canadá e Colômbia.


*Com informações do UOL


Logo A Tribuna