Mudanças climáticas ameaçam geleiras do Himalaia, diz estudo

Especialistas participaram do processo. Segundo eles, as regiões ameaçadas incluem alguns dos picos mais altos do mundo, como o Himalaia e o K2

Por: France Presse  -  05/02/19  -  20:14

Dois terços das geleiras do Himalaia, o “Terceiro Polo” do mundo, podem derreter até 2100 se as emissões globais não forem reduzidas, alertaram cientistas em um novo estudo divulgado na segunda-feira (4).


A região montanhosa Hindu Kush-Himalaia, que se estende ao longo de 3.500 quilômetros entre Afeganistão e Mianmar, é considerada um “terceiro polo” pelos cientistas devido às suas gigantescas reservas de gelo.


Todo esse gelo alimenta dez dos maiores rios da Ásia, do Ganges ao Mekong, passando pelo Rio Amarelo. Trata-se de rios cujas bacias reúnem enormes núcleos populacionais.


Segundo esse estudo, que demandou cinco anos de trabalhos, a mudança climática ameaça as geleiras deste complexo montanhoso asiático, que inclui alguns dos picos mais altos do mundo, como o Himalaia e o K2.


O estudo foi realizado com a participação de 350 especialistas dirigidos pelo Centro Internacional para o Desenvolvimento Integrado da Montanha (Icimod), uma organização intergovernamental estabelecida em Katmandu (Nepal).


Em nota oficial, o principal responsável pelo estudo, Philippus Wester, apontou que “é a crise climática de que ninguém ouviu falar”. 


Logo A Tribuna