Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Médico sofre choque durante ensaio fotográfico e morre às vésperas do casamento

Casal fazia ensaio de casamento quando noivo, de 31 anos, foi eletrocutado

Por: ATribuna.com.br  -  30/07/21  -  17:43
 Denis Ricardo Faria Gurgel morreu durante seu ensaio fotográfico de casamento
Denis Ricardo Faria Gurgel morreu durante seu ensaio fotográfico de casamento   Foto: Divulgação/Teixeira

O médico Denis Ricardo Faria Gurgel, de 31 anos, morreu após levar um choque elétrico nesta quinta-feira (29), durante o ensaio fotográfico de seu casamento. A última foto tirada com sua noiva mostrava o casal sorrindo e pescando em uma represa na zona rural de Cariri do Tocantins, sul do estado. O casamento estava marcado para esta sexta-feira (30) e já estava em preparativos de decoração.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Segundo o fotógrafo do casal, que presenciou o terrível acidente, os dois estavam com o pé na água e tiravam fotos num píer, simulando pescaria com duas varas, enquanto ele fotografava de um barco próximo. Após cerca de 10 fotos, Denis pediu para fazer um registro lançando a linha com a isca, e ao lançá-lo, enroscou em um fio de energia que estava sem partes da camada de proteção.


O médico tentou cortar o fio com os dentes, mas não conseguiu. O fotógrafo disse que se ofereceu para ajudar, mas teria sido alertado pelo próprio médico para não chegar perto pelo risco de choque. Denis estava descalço e desequilibrou durante a tentativa de retirada do fio. No impulso para não cair, se apoiou no fio e começou a receber a descarga elétrica.


O fotógrafo tentou salvá-lo batendo com o remo do barco no fio, mas não conseguiu quebrá-lo. Ele também tentou empurrar Denis, mas quando fez isso, recebeu a descarga elétrica e foi jogado para fora do barco. "Eu caí na água com câmera fotográfica, molhou tudo. Meu braço ficou um pouco duro, mas logo eu consegui voltar. Eu fui para cima dele, a Kamila (noiva) falou: 'Não vai porque você vai morrer'", relatou.


Os dois tentaram chamar um funcionário da fazenda para desligar a rede de energia, mas não conseguiram, pois estavam a uma distância de 600 metros. Depois que a rede foi desligada, Denis caiu com o rosto na água, já sem vida. A noiva, que também é médica, prestou os primeiros socorros, mas quando os bombeiros chegaram, constataram a morte do noivo no local.


Denis atuava como servidor da Secretaria Municipal de Saúde, onde prestava serviços no Centro de Triagem de Covid. O médico também atuava nos plantões da Prefeitura de Lagoa da Confusão.


*Com informações do G1


Logo A Tribuna