Médico é preso suspeito de matar dois pacientes com Covid-19 para 'liberar leitos'

Além das ocorrências, outras três mortes são investigadas pela polícia

Por: Por ATribuna.com.br  -  27/01/21  -  11:57
Atualizado em 27/01/21 - 12:27
Médico italiano Carlo Mosca
Médico italiano Carlo Mosca   Foto: Reprodução

O médico italiano Carlo Mosca foi preso suspeito de ter matado dois pacientes que haviam contraído Covid-19 para 'liberar leitos'.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O profissional, de 47 anos, é suspeito de aplicar doses letais de anestésicos aos idosos Natale Bassi e Angelo Paletti, em hospital da cidade de Lombardia, em março de 2020.


Além das ocorrências, outras três mortes são investigadas pela polícia.


Segundo os oficiais, o homem enviou os corpos para uma autópsia em outra cidade italiana. O objetivo era evitar que o envenenamento por doses letais de remédio fosse ligado a ele.


*com informações do DailyMail


Logo A Tribuna