Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Eduardo Bolsonaro, em live, diz à população para 'enfiar no rabo' a máscara contra Covid-19

Deputado fez uma 'live' no Instagram e criticou a imprensa, falou sobre viagem a Israel e sobre o spray que supostamente combate o coronavírus

Por:  -  11/03/21  -  02:30
Live durou cerca de 15 minutos e está postada na rede social
Live durou cerca de 15 minutos e está postada na rede social   Foto: Reprodução

No dia em que o presidente Bolsonaro mudou o discurso e passou a defender as vacinas, o seu filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), entrou em uma 'live' em seu perfil do Instagram, e posteriomente postou a publicação (veja na íntegra abaixo) e, em cerca de 15 minutos, criticou a imprensa, falou sobre viagem a Israel, e, em tom ríspido disse “Eu acho uma pena que essa imprensa 'mequetrefe' que a gente tem aqui no Brasil fique dando conta de cobrir apenas a máscara. 'A máscara, está sem máscara, está com máscara'. Enfia no rabo gente, porra! A gente está lá trabalhando, ralando, cê sabe o que que é pegar um voo pra Israel. Chegamos a Israel. É, cinco horas a mais do que no Brasil, voo de três escalas, chega lá, você nem toma banho", disse.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Ele também afirmou, na live, que iria comentar o resultado da viagem da comitiva a Israel para conhecer o spray contra a Covid-19, ainda em testes. Porém, acabou dizendo é que o Brasil é que está desenvolvendo a sua vacina. "Você sabia que o Brasil tá desenvolvendo três vacinas? Então, são quinze projetos, e desses quinze projetos, três já estão bem encaminhados, um deles até já com, mandou os protocolos todos pra ANVISA, pra início dos testes".


Além do spray, que atuaria em conjunto com uma vacina, o deputado disse que o Brasil tem ainda uma segunda tecnologia em análise, com efeito “dois em um”, que curaria a Covid-19 e o influenza. “Depois que está a invenção feita, aí está o mundo inteiro correndo atrás da vacina, o mundo inteiro correndo atrás dos insumos. Aí já era. Isso que a gente foi fazer em Israel é à semelhança do que ocorreu com a vacina de Oxford. É chegar primeiro, chegar no começo", afirmou.


“Você, retardado mental, que fica falando ‘O problema são os filhos, cadê o Queiroz?, pagou o apartamento R$ 50 mil em dinheiro'. Seu animal, larga de ser um peão nesse tabuleiro de xadrez chamado política e começa a pensar um pouquinho, ver o perigo que está por vir e ver como o sistema trabalha porque não dá ponto sem nó não. Fique com Deus, e não consuma cachaça em excesso igual a uns e outros aí”, finalizou.


*Com informações de Estadão


Logo A Tribuna