São Paulo marca no fim e vence a terceira partida seguida

Tricolor bateu o Atlético-GO no Morumbi por 2 a 1

Por: Estadão Conteúdo  -  27/10/22  -  22:59
Com 46 gols, Calleri se tornou o 3° maior goleador estrangeiro da história do Tricolor, ao lado de Albella
Com 46 gols, Calleri se tornou o 3° maior goleador estrangeiro da história do Tricolor, ao lado de Albella   Foto: Reprodução/Twitter

Em uma grande noite do goleiro Felipe Alves, São Paulo e Atlético-GO fizeram um bom jogo no Morumbi pelo Campeonato Brasileiro na noite desta quinta-feira (27). No sufoco, o time do técnico Rogério Ceni conseguiu a vitória por 2 a 1, com um gol de Luan aos 49 minutos do segundo tempo, que deixa o time vivo na briga por uma vaga na Libertadores de 2023.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Os times tinham ambições bem diferentes. De um lado, o São Paulo queria a terceira vitória seguida para embalar. Do outro, o time goiano, que dependia de um bom resultado no Morumbi para deixar a zona de rebaixamento.


No começo, parecia que o São Paulo iria dominar a partida inteira sem dificuldade. Aos 12 minutos, Luciano recebeu próximo à área e chutou forte, a bola explodiu na trave e Calleri fez o gol no rebote, mas estava impedido.


O São Paulo chegou ao seu gol aos 21 minutos. Luciano avançou e acionou Patrick pela esquerda do ataque. O meia chegou à linha de fundo e cruzou de primeira para Calleri aparecer no meio da defesa e apenas escorar para abrir o placar.


O gol despertou o Atlético-GO e parece ter relaxado o São Paulo. Até o final do primeiro tempo, o time goiano desperdiçou três boas oportunidades.


Na melhor chance do Atlético-GO, o time do Morumbi foi salvo por Felipe Alves – após ótima jogada de Airton pela direita, ele passou por Léo e Reinaldo e bateu de esquerda para defesa do goleiro são-paulino. A bola subiu e Churín cabeceou com força e mais uma vez Felipe Alves conseguiu espalmar.


Os times voltaram sem alterações para o segundo tempo e o Atlético-GO manteve o mesmo ritmo intenso atrás do empate. O time chegou com perigo logo aos 4 minutos. Após bola levantada na área, Luiz Fernando desviou de cabeça, mas a bola passou à esquerda.


Ceni mexeu no São Paulo, mas seu time não mostrava efetividade. Do outro lado, o Atlético-GO cada vez mais apertava até que chegou ao empate. Aos 28, Rafinha errou feio na saída de bola e deu um passe no pé de Baralhas. O meia do time goiano bateu de longe e mandou a bola no ângulo.


Churín quase virou o jogo aos 31 e aos 34, e exigiu mais duas grandes defesas do goleiro do São Paulo. Ceni foi para o tudo ou nada e mexeu três vezes no time, que pouco surtiu efeito. Até o fim do jogo, o Atlético-GO esteve mais perto do segundo gol.


No último lance da partida, aos 49 minutos, em bola alçada na área, o goleiro Renan saiu mal e socou a bola para a entrada da área. Luan chutou rasteiro e deu a vitória ao São Paulo, deixando a torcida com esperança de classificação para a Libertadores.


Logo A Tribuna
Newsletter