Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Crespo inicia a jornada no São Paulo diante do Botafogo-SP no Morumbi

Ao contrário de seus principais rivais, time não pode encarar a competição estadual como um laboratório, pois enfrenta um jejum de 15 anos

Por: Do Estadão Conteúdo  -  28/02/21  -  11:30
Atualizado em 28/02/21 - 12:26
Uma das missões do técnico Hernán Crespo é mudar a postura do São Paulo
Uma das missões do técnico Hernán Crespo é mudar a postura do São Paulo   Foto: Divulgação/saopaulofc.net

Uma das missões do técnico Hernán Crespo é mudar a postura do São Paulo, que faz sua estreia no Paulistão neste domingo (28), às 19 horas, no Morumbi. Torcida e dirigentes exigem que o novo contratado consiga tornar a equipe regular e aguerrida, características ausentes na temporada passada.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Ao contrário de seus principais rivais, o São Paulo não pode encarar a competição estadual como um laboratório, pois enfrenta um jejum de 15 anos sem um título no tradicional campeonato, maior período sem conquistas em sua história.


Mas, ao mesmo tempo, Crespo deve iniciar frente ao Botafogo um novo momento, com alterações na equipe. Sem dinheiro para contar com reforços de peso, como revelou nesta semana o coordenador Muricy Ramalho, o novo treinador deverá apostar em jovens talentos, que deverão ter oportunidades com mais frequência no time titular. Wellington e Galeano estão cotados para entrarem em campo já neste domingo.


A postura tática do time que deverá enfrentar o Botafogo será o sistema 3-5-2, utilizado com sucesso na vitória de quinta-feira contra o Flamengo pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Dessa forma, Daniel Alves poderá entrar na ala direita, na vaga de Juanfran, que não teve o seu contrato renovado pelo São Paulo.


Sem desespero


No Botafogo, a intenção é não repetir o desespero do ano passado, quando escapou do rebaixamento apenas na última rodada. Rebaixado à Série C do Brasileiro, o elenco sofreu muitas mudanças. No provável time da estreia, os únicos remanescentes deverão ser o goleiro Igor Bohn, o lateral-esquerdo Martineli e o volante Victor Bolt.


Entre as 16 contratações, o nome mais conhecido é o do atacante Rafael Marques, ex-Palmeiras e Botafogo. Ele, porém, não vai estar em campo por ser contratação internacional. A janela só abre em março.


Outra novidade vai estar no banco de reservas. Assim que o rebaixamento na Série B foi decretado, a diretoria tricolor anunciou a contratação de Alexandre Gallo, que assistiu aos últimos jogos e iniciou o planejamento para 2021.


Logo A Tribuna