Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Soteldo segue insatisfeito no Toronto, mas retorno ao Santos é improvável

Volta do venezuelano à Vila Belmiro só seria viável por meio de negociação definitiva; entenda

Por: Bruno Lima  -  12/10/21  -  06:43
 Soteldo é um dos jogadores do clube canadense que têm salário acima do teto da MLS
Soteldo é um dos jogadores do clube canadense que têm salário acima do teto da MLS   Foto: Divulgação/Toronto FC

O futuro de Soteldo, ex-atacante do Santos, no futebol norte-americano parece cada vez mais improvável. O venezuelano tem manifestado insatisfação no Toronto FC, do Canadá, e um retorno para o futebol brasileiro é algo que interessa ao atleta de 24 anos. Contudo, a volta à Vila Belmiro é algo bastante distante.


A única forma de Soteldo regressar ao Alvinegro seria por meio de um empréstimo. Em difícil situação financeira, o Santos não tem condições de comprá-lo do clube canadense, que disputa a Major League Soccer (MLS), liga dos Estados Unidos.


Em abril deste ano, o Toronto, penúltimo colocado da MLS, desembolsou US$ 6 milhões (cerca de R$ 33 milhões, na cotação da época) para levar o atleta.


Ainda que os canadenses concordassem com a liberação por empréstimo na abertura da próxima janela de transferências, o Santos teria que se desdobrar para honrar os vencimentos de Soteldo. O vínculo do venezuelano com o Toronto prevê o salário anual de US$ 2,5 milhões (R$ 13,8 milhões na cotação atual). Ou seja, mensalmente o atacante recebe mais de R$ 1,1 milhão.


Conforme as informações obtidas pela Reportagem, o Santos entende que na atual realidade do clube seria difícil sustentar até o salário que o venezuelano recebia antes de ser negociado. No Peixe, o atacante tinha vencimentos mensais na casa dos R$ 450 mil. Por conta dos valores, o retorno do atleta ao clube sequer foi colocado em discussão.


Assim, a única alternativa para a volta de Soteldo seria por meio de um empréstimo com o Toronto se comprometendo a pagar mais 50% do honorário. E isso é muito pouco viável, segundo pessoas próximas ao próprio atleta.


Jogador designado


Um outro ponto que dificulta consideravelmente um empréstimo de Soteldo é fato de o venezuelano ser um dos três jogadores designados do Toronto. Pelas regras da MLS, cada clube pode ter até três atletas designados, que são aqueles que recebem salários acima do teto estipulado pela liga. O americano Jozy Altidore, de 31 anos, e o espanhol Alejandro Pozuelo, de 30, completam essa seleta lista do time canadense.


Diante disso, para abrir espaço para um novo jogador com vencimentos acima do teto visando a melhora técnica do time, o Toronto terá que vender Soteldo.


Logo A Tribuna