Sereias da Vila vencem Colo-Colo e estão na final da Copa Libertadores Feminina

Santos bate rival chileno por 3 a 0 e enfrentará Atlético Huila, da Colômbia, na decisão

Por: Bruno Gutierrez  -  30/11/18  -  03:32
Chú (camisa 7) marcou dois dos três gols santistas na semifinal da Libertadores
Chú (camisa 7) marcou dois dos três gols santistas na semifinal da Libertadores   Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC

O Santos está na final da Copa Libertadores da América Feminina. As Sereias da Vila venceram o Colo-Colo, do Chile, por 3 a 0, nesta quinta-feira (29), na Arena da Amazônia, em Manaus, em jogo válido pela semifinal do torneio continental. Os gols foram marcados por Chú (duas vezes) e Sandrinha.


Invictas, donas do melhor ataque e melhor defesa, as comandadas de Emily Lima encaram o Atlético Huila, da Colômbia, na grande final. As adversárias chegaram á decisão após eliminarem a equipe anfitriã, o Iranduba, por 3 a 1, nos pênaltis, após empate no tempo regular, em 1 a 1.


A final será disputada no domingo (2), às 22h30 (horário de Brasília), na Arena da Amazônia. Iranduba e Colo-Colo disputam o terceiro lugar, no mesmo dia e local, às 20h.


Passes errados e falta de pontaria


O duelo entre Santos e Colo-Colo teve um primeiro tempo diferente do confronto anterior entre as duas equipes, que terminou com goleada brasileira por 4 a 1. As Sereias da Vila demonstraram um pouco de nervosismo, principalmente nos primeiros minutos de jogo, com muitos erros de passe.


Além disso, as chilenas decidiram marcar a saída de bola santista, empurrando o time para o campo de defesa e deixando jogadoras, como Angelina e Sandrinha, com dificuldade para auxliar no toque de bola.


Mas, quando teve tranquilidade, o Peixe criou as principais chances de gol. Entretanto, faltou pontaria as jogadoras brasileiras. Aos 7, Sandrinha encontrou Juliete pela esquerda. A lateral avançou, invadiu a área, mas na hora do chute, foi travada pela marcação e a bola saiu para escanteio.


Cinco minutos depois, o Santos teve nova chance, em bola parada. Na cobrança de falta, Maurine soltou a bomba e a bola passou, com perigo, ao lado do gol de Castro. Na sequência, o Colo-Colo errou na saída de bola. O Santos recuperou a posse e, após um cruzamento, a bola caiu nos pés de Angelina, que novamente cruzou, na cabeça de Ketlen. A atacante acabou finalizando mal, por cima do gol chileno.


O Colo-Colo respondeu aos 21. Após erro de passe na saída de bola santista, as chilenas armaram um contra-ataque que terminou nos pés de Karla Torres. A artilheira chutou, mas a bola foi por cima do gol de Nicole.


Do outro lado, as Sereias da Vila seguiam tentando surpreender a goleira Castro. Aos 30, Ketlen arriscou de fora da área e a bola passou, de novo com perigo, por cima do gol do Colo-Colo. Já aos 44, Maurine cobrou escanteio e quase marcou um gol olímpico. A bola tocou o travessão e saiu.


Chú entra e Santos desencanta


No intervalo, Emily Lima decidiu dar mais poder ofensivo ao Santos. Ela sacou Monique Peçanha para a entrada de Chú. E a substituição parecia ter dado certo. Logo no primeiro ataque,as Sereias balançaram a rede com Ketlen, mas árbitra marcou impedimento. Aos 5, Maurine cruzou e Chú desviou, de cabeça. A bola passou rente a trave esquerda de Castro. Na sequência, após zagueiras chilenas bateram cabeça, a bola sobrou para Maria, que chutou forte, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora.


A resposta do Colo-Colo veio aos 12, com um susto na torcida santista. Após saída de bola errada brasileira, Fernanda Hidalgo dominou e tocou para Yastin Jimenez. A camisa 6 emendou um chute forte, de fora da área, e a bola explodiu no travessão de Nicole.


Aos 16, Ketlen sentiu lesão e Emily Lima precisou queimar a segunda alteração. Rosana entrou no lugar da camisa 11 santista.


O Santos desencantou aos 19 minutos e começou a brilhar a estrela de Chú. Maurine cruzou para Rosana, que desviou. Castro fez bela defesa e espalmou. No rebote, Chú, sozinha, completou para o gol. Dois minutos depois, Maurine cruzou e a camisa 7 santista subiu mais que a defesa chilena para marcar seu segundo gol na partida.


Após a parada técnica para hidratação, no Santos, Carol Arruda deu lugar a Tayla. Já no Colo-Colo, Fernanda Hidalgo saiu para a entrada de Nathalie Quezada.


Mesmo com a pausa, o Colo-Colo, que correu muito no primeiro tempo, demonstrava um cansaço maior que as brasileiras. Chú quase marcou o terceiro aos 33. Tayla enfiou a bola para a atacante santista, pela esquerda, nas costas da marcação. A camisa 7 do Peixe bateu cruzado e Castro espalmou para escanteio.


Aos 36, o Colo-Colo ficou com 10 jogadoras em campo.Barbara Muñoz fez falta dura em Maria e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulsa de campo.


O terceiro gol saiu três minutos depois. Chú recebeu pelo passe e cruzou, Alanna dividiu com a goleira Castro, desviou para o gol, mas a zaga chilena afastou parcialmente. Na sequência, a bola caiu nos pés de Sandrinha, que ampliou o placar na Arena da Amazônia. O lance foi confuso porque, na dividida entre Alannae a goleira do time chileno, a camisa 10 ficou no chão sentindo muitas dores. Ela recebeu atendimento fora do campo e retornou para o jogo.


O Colo-Colo ainda quase descontou, aos 42, com a artilheira Karla Torres, de cabeça, mas a bola saiu por cima do gol santista. No último lance de perigo, aos 47,Rosana tocou para Chú, que chegou batendo, mas a bola passou por cima do gol de Castro.


Ficha técnica:


Santos- Nicole; Maurine, Carol Arruda (Tayla), Camila e Juliete; Monique Peçanha (Chú), Sandrinha e Angelina; Alanna, Maria e Ketlen (Rosana). Técnica: Emily Lima.


Colo-Colo - Alexa Castro; Zavka Alfaro, Nubiluz Rangel,Tyare Ríose Barbara Muñoz; Rosario Balmaceda, Gisela Pino, Yastin Jimenez e Fernanda Hidalgo (Nathalie Quezada); Karla Torres e Yessenia Huenteo. Técnico: Carlos Veliz.


Gols- Chú, aos 19 e aos 21, e Sandrinha, aos 39 minutos do 2º tempo (Santos)


Cartão amarelo- Barbara Muñoz (Colo-Colo).


Cartão vermelho -Barbara Muñoz (Colo-Colo).


Árbitra - Elizabet Tintaya (PER).


Público - 6.270 torcedores.


Renda - R$ 13.180.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna