Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Semifinais da Libertadores têm duelo Marinho x Tevez: quem é o melhor?

Os dois têm sido as referências técnicas de suas equipes na busca por mais um título da principal competição do continente

Por: Bruno Lima  -  05/01/21  -  20:58
Com a camisa 11 do Peixe, Marinho vive o melhor momento da  carreira
Com a camisa 11 do Peixe, Marinho vive o melhor momento da carreira   Foto: Reprodução/Conmebol

O confronto entre Santos e Boca Juniors pelas semifinais da Libertadores colocará frente a frente Marinho e Tevez. Os dois têm sido as referências técnicas de suas equipes na busca por mais um título da principal competição do continente.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Com a camisa 11 do Peixe, Marinho vive o melhor momento da carreira. Nos 35 jogos feitos em 2020, o atacante balançou as redes adversárias 22 vezes, sendo quatro em sete jogos da Libertadores.


Segundo dados do Sofascore, Marinho tem em média 2,1 dribles bem sucedidos e 4,1 faltas recebidas por partida. Todos pelo lado direito do ataque, onde costuma aterrorizar os defensores.


E neste duelo de semifinais em especial, Marinho terá pela frente o experiente zagueiro Izquierdoz, de 32 anos, e o lateral esquerdo Frank Fabra, que avança constantemente para o ataque e pode deixar espaços na defesa.


Como um garoto


Pelo lado do Boca Juniors, Tevez, no alto dos seus 36 anos, tem demonstrado fôlego de garoto. Nas 17 partidas disputadas na atual temporada, o camisa 10 da equipe da Bombonera marcou 11 gols, sendo três em nove compromissos da Libertadores.


Até por conta da idade, Tevez não é mais aquele atacante de dribles em velocidade. Porém, não pode ser desprezado, pois é considerado pela imprensa argentina peça-chave do time de Miguel Angel Russo. Nesta edição da Libertadores, Carlitos tem em média 1,4 drible bem sucedido e 1,8 falta sofrida por jogo.


Sem a explosão física de anos atrás, Tevez tem atuado como segundo atacante, quase sempre pelo lado esquerdo. Com isso, travará um duelo particular com Lucas Veríssimo e Pará.


Logo A Tribuna