Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Sem Marinho, Santos encerra participação no Brasileirão diante do Bahia

Com um time repleto de desfalques, Peixe enfrenta o time baiano em Salvador às 21h30

Por: Bruno Lima & Da Redação &  -  25/02/21  -  10:06
Atualizado em 25/02/21 - 10:15
A tendência é de que Marcelo Fernandes monte uma equipe com jovens jogadores
A tendência é de que Marcelo Fernandes monte uma equipe com jovens jogadores   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com um time repleto de desfalques, o Santos encerra nesta quinta-feira (24), às 21h30, sua participação no Campeonato Brasileiro contra o Bahia, em Salvador. Sem Marinho, diagnosticado com covid-19, e a maioria dos titulares poupada em razão do desgaste da temporada, os reservas terão a oportunidade de mostrar serviço para o técnico Ariel Holan, que está em vias de assumir o comando da equipe.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Além do camisa 11, os demais ausentes são: Alison, Felipe Jonatan, Luan Peres, Lucas Braga, Pará e Soteldo, todos em recesso até a próxima terça-feira; Madson, que fraturou duas costelas e um pneumotórax pequeno no empate por 1 a 1 com o Fluminense, domingo, na Vila Belmiro; mais Laércio e Kaio Jorge, também lesionados.


A tendência é que o auxiliar técnico Marcelo Fernandes, que vai dirigir o time, monte uma equipe com jovens jogadores, como Alex, Wagner Leonardo e Ângelo, e outros mais experientes, como Jean Mota e Luiz Felipe.


O duelo contra o Bahia é a primeira das duas oportunidades que os garotos e os atletas pouco aproveitados na temporada terão para convencer Holan de que merecem mais chances em 2021. Com a maioria do elenco poupada, a equipe que entrará em campo em Salvador deve ser a mesma que irá encarar o Santo André, domingo, às 19h15, no estádio do Canindé, na primeira rodada do Campeonato Paulista.


Com 54 pontos, o Santos é o dono da oitava colocação e já está classificado para a pré-Libertadores, ocasião na qual terá o Deportivo Lara, da Venezuela, pela frente. O Peixe não pode ultrapassar ou ser ultrapassado por nenhum dos seus concorrentes no Campeonato Brasileiro.


Para o Bahia a partida deve ser encarada como um amistoso. Com 41 pontos, o Tricolor ocupa a 15ª posição, mas não corre riscos de rebaixamento, pois tem duas vitórias a mais do que o Vasco, que tenta escapar do descenso empurrando o Fortaleza para a queda.


Logo A Tribuna