Sasha, Rodrigão e Daniel Guedes não agradam e Sampaoli libera Santos para negociá-los

Trio pode deixar a Vila Belmiro diante de uma proposta ou envolvido em troca com outros atletas

Por: Bruno Lima  -  10/01/19  -  19:50
Trio não agradou Sampaoli durante pré-temporada e podem ser negociados
Trio não agradou Sampaoli durante pré-temporada e podem ser negociados   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O atacante Eduardo Sasha não faz parte dos planos do técnico Jorge Sampaoli. Na última terça-feira (8), após uma das atividades da pré-temporada, que é realizada no CT Rei Pelé, o treinador avisou à direção do Santos que, caso o clube queira negociá-lo, não criará qualquer resistência. O mesmo foi dito aos dirigentes santistas sobre o centroavante Rodrigão e o lateral-direito Daniel Guedes.

Contratado por empréstimo do Internacional em janeiro do ano passado, o atacante começou a temporada jogando bem e conquistando a titularidade no time do técnico Jair Ventura. No Campeonato Paulista, o atleta disputou 14 jogos e marcou quatro gols. Um deles na semifinal, contra o Palmeiras, ocasião na qual o Peixe foi eliminado nos pênaltis.

O bom desempenho encheu os olhos do presidente José Carlos Peres, que aceitou envolver Sasha em uma negociação definitiva com o Colorado. Na ocasião, o Santos cedeu 50% dos direitos econômicos do lateral-esquerdo Zeca, que estava em lítigio com o Peixe, e recebeu da equipe gaúcha metade dos direitos de Sasha.

Com o acerto entre os clubes, Sasha firmou contrato até o fim de 2022 na Vila Belmiro. Os bons números do atacante, no entanto, caíram após a assinatura do novo vínculo. No Campeonato Brasileiro, foram 24 jogos e apenas um gol marcado.

Rodrigão e Daniel Guedes

Sem mostrar as virtudes desejadas por Sampoli, o centroavante Rodrigão, que acabou de voltar de empréstimo do Avaí, onde disputou a Série B do Campeonato Brasileiro, e o lateral-direito Daniel Guedes, reserva do capitão Victor Ferraz, também não estão nos planos do argentino.


Logo A Tribuna