Santos x Palmeiras: vencedor do 1º jogo da final levou Paulistão em 57% das decisões

Segundo levantamento, quem perdeu o primeiro jogo só foi campeão em sete oportunidades

Por: Estadão Conteúdo  -  02/04/24  -  10:14
Atualizado em 03/04/24 - 20:30
O Santos, do capitão Diego Pituca, saiu na frente e precisa de um empate para ser campeão
O Santos, do capitão Diego Pituca, saiu na frente e precisa de um empate para ser campeão   Foto: Alexsander Ferraz/AT

O desafio do Palmeiras para ser campeão paulista é um feito não tão comum na história do Estadual. Após perder por 1 a 0 para o Santos na Vila Belmiro, no domingo (31), a equipe de Abel Ferreira precisa vencer no Allianz Parque para poder ficar com a taça. Levantamento feito pelo Estadão aponta que quem perdeu o primeiro jogo de final de Paulistão conseguiu o título apenas em sete oportunidades.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


O histórico considera campeonatos desde 1974, quando as finais com dois jogos (ida e volta) passaram a ser mais regulares. Até então, o campeão era definido por pontos corridos, às vezes com jogos de desempate, ou em finais únicas. Nem todos os torneios a partir do ano selecionado, contudo, contaram com final em ida e volta. Os formatos de liga ou de apenas um jogo decisivo se repetiu em outras edições, mas com menor frequência.


Das sete vezes em que o campeão perdeu o primeiro jogo, três foram com o Palmeiras. O atual campeão paulista precisou reverter placares nas edições de 1993, 2022 e 2023, contra Corinthians, São Paulo e Água Santa, respectivamente.


O Santos, outro finalista de 2024, também conquistou o feito duas vezes, em 2007 e 2015. As outras duas viradas são de São Paulo (1998) e Corinthians (2018). As vitórias no primeiro jogo seguidas por título representam 57% das finais disputadas no período. Os sete casos citados, 16%; e os empates, 26%.


A primeira virada foi em 1993. O Corinthians de Nelsinho Baptista venceu o primeiro jogo por 1 a 0 contra o Palmeiras. Na volta, a equipe treinada por Vanderlei Luxemburgo fez 3 a 0 no tempo normal, o que encaminhou a decisão para a prorrogação, em que Evair marcou mais uma vez, fechando a goleada. O Palmeiras voltava a ser campeão depois de 17 anos na seca do Estadual.


Cinco anos depois, em 1998, foi a vez do São Paulo, também diante do Corinthians. Novamente era um confronto entre Nelsinho Baptista e Luxemburgo. Este último, porém, agora estava no lado alvinegro e, com Marcelinho Carioca, venceu o primeiro jogo por 2 a 1. O São Paulo, já com Rogério Ceni no gol, Raí no meio e Denílson e França no ataque, buscou 3 a 1 no segundo jogo, ficando com o título.


Em 2007, o São Caetano de Dorival Júnior chegou até a final e venceu o Santos por 2 a 0 no primeiro jogo. Vanderlei Luxemburgo, em mais uma final por mais um clube paulista, conseguiu que seu time revertesse o placar na segunda partida, devolvendo os 2 a 0. O regulamento previa que, em caso de empate, o título ficava com a melhor campanha, e o Santos foi campeão.


Uma nova virada envolveu, em 2015, os finalistas de 2024. O Palmeiras venceu o primeiro jogo por 1 a 0. Na volta, o Santos empatou o placar agregado ao vencer por 2 a 1. Nos pênaltis, os santistas se deram melhor e ficaram com o título mais uma vez.


Situação semelhante foi vivida pelo Corinthians em 2018. A equipe alvinegra também perdeu para o Palmeiras por 1 a 0 na ida e igualou o placar, com 1 a 0 a favor na volta. Nos pênaltis, melhor para o Corinthians, na época comandado por Fábio Carille, atual técnico do Santos.


Rotina de viradas


As duas últimas viradas foram do Palmeiras nas duas edições mais recentes do Paulistão. Em 2022, o São Paulo saiu vitorioso com 3 a 1 a favor no primeiro jogo, no MorumBis. Já com Abel Ferreira, o time alviverde goleou o rival por 4 a 0 no Allianz Parque e ficou com o título. No ano seguinte, em 2023, mais do que chegar na final, o Água Santa de Thiago Carpini (hoje no São Paulo) venceu o primeiro jogo por 2 a 1 na Arena Barueri, mas, novamente, o Palmeiras aplicou 4 a 0 no jogo de volta e ergueu o troféu.


"Agora vai ser em casa com os nossos torcedores. Precisamos deles pra ganhar a final", afirmou o técnico Abel Ferreira, confiante de que sua equipe conseguirá o tri do Paulistão, feito que o clube não consegue desde 1935.


A tentativa do Palmeiras de virar uma final de Campeonato Paulista mais uma vez será no próximo domingo, dia 7 de abril. A equipe recebe o Santos, que joga pelo empate, no Allianz Parque, às 18h. Antes, o time viaja a Buenos Aires para encarar o San Lorenzo pela estreia na Libertadores. O Santos tem a semana livre até a final.


Levantamento das finais do Paulistão (1974 a 2023)


1974


Ida: Palmeiras 1 a 1 Corinthians


Volta: Corinthians 0 x 1 Palmeiras


1975


Ida: Portuguesa 0 x 1 São Paulo


Volta: São Paulo 0 (3) x (0) 1 Portuguesa


1976: Sem final (Palmeiras campeão)


1977


Ida: Ponte Preta 0 x 1 Corinthians


Volta: Corinthians 1 x 2 Ponte Preta


Desempate: Corinthians 1 x 0 Ponte Preta


1978


Jogo 1: Santos 2 x 1 São Paulo


Jogo 2: Santos 1 x 1 São Paulo


Jogo 3: Santos 0 x 0 São Paulo


1979


Jogo 1: Corinthians 1 x 0 Ponte Preta


Jogo 2: Corinthians 0 x 0 Ponte Preta


Jogo 3: Corinthians 2 x 0 Ponte Preta


1980


Ida: Santos 0 x 1 São Paulo


Volta: São Paulo 1 x 0 Santos


1981


Ida: Ponte Preta 1 x 1 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 0 Ponte Preta


1982


Ida: São Paulo 0 x 1 Corinthians


Volta: Corinthians 3 x 1 São Paulo


1983


Ida: São Paulo 0 x 1 Corinthians


Volta: Corinthians 1 x 1 São Paulo


1984: Sem final (Santos campeão)


1985


Ida: Portuguesa 1 x 3 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 1 Portuguesa


1986


Ida: Palmeiras 0 x 0 Inter de Limeira


Volta: Inter de Limeira 2 x 1 Palmeiras


1987


Ida: Corinthians 1 x 2 São Paulo


Volta: São Paulo 0 x 0 Corinthians


1988


Ida: Corinthians 1 x 1 Guarani


Volta: Guarani 0 x 1 Corinthians


1989


Ida: São Paulo 1 x 0 São José


Volta: São José 0 x 0 São Paulo


1990


Ida: Novorizontino 1 x 1 Red Bull Bragantino


Volta: Red Bull Bragantino 1 x 1 Novorizontino


1991


Ida: Corinthians 0 x 3 São Paulo


Volta: São Paulo 0 x 0 Corinthians


1992


Ida: Palmeiras 2 x 4 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 1 Palmeiras


1993


Ida: Corinthians 1 x 0 Palmeiras


Volta: Palmeiras 4 x 0 Corinthians


1994: Sem final (Palmeiras campeão)


1995


Ida: Palmeiras 1 x 1 Corinthians


Volta: Corinthians 2 x 1 Palmeiras


1996: Sem final (Palmeiras campeão)


1997: Sem final (Corinthians campeão)


1998


Ida: Corinthians 2 x 1 São Paulo


Volta: São Paulo 3 x 1 Corinthians


1999:


Palmeiras 0 x 3 Corinthians


Corinthians 2 x 2 Palmeiras


2000


Ida: Santos 0 x 1 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 2 Santos


2001


Ida: Botafogo-SP 0 x 3 Corinthians


Volta: Corinthians 0 x 0 Botafogo-SP


2002: Sem final (Ituano campeão)


2003


Ida: Corinthians 3 x 2 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 3 Corinthians


2004


Ida: Paulista 1 x 3 São Caetano


Volta: São Caetano 2 x 0 Paulista


2005: Sem final (São Paulo campeão)


2006: Sem final (Santos campeão)


2007


Ida: São Caetano 2 x 0 Santos


Volta: Santos 2 x 0 São Caetano


2008


Ida: Ponte Preta 0 x 1 Palmeiras


Volta: Palmeiras 5 x 0 Ponte Preta


2009


Ida: Santos 1 x 3 Corintihans


Volta: Corinthians 1 x 1 Santos


2010


Ida: Santo André 2 x 3 Santos


Volta: Santos 2 x 3 Santo André


2011


Ida: Corinthians 0 x 0 Santos


Volta: Santos 2 x 1 Corinthians


2012


Ida: Guarani 0 x 3 Santos


Volta: Santos 4 x 2 Guarani


2013


Ida: Corinthians 2 x 1 Santos


Volta: Santos 1 x 1 Corinthians


2014


Ida: Ituano 1 x 0 Santos


Volta: Santos 1 (6) x (7) 0 Ituano


2015


Ida: Palmeiras 1 x 0 Santos


Volta: Santos 2 (4) x (2) 1 Palmeiras


2016


Ida: Audax 1 x 1 Santos


Volta: Santos 1 x 0 Audax


2017


Ida: Ponte Preta 0 x 3 Corinthians


Volta: Corinthians 1 x 1 Ponte Preta


2018


Ida: Corinthians 0 x 1 Palmeiras


Volta: Palmeiras 0 (3) x (4) 1 Corinthians


2019


Ida: São Paulo 0 x 0 Corinthians


Volta: Corinthians 2 x 1 São Paulo


2020


Ida: Corinthians 0 x 0 Palmeiras


Volta: Palmeiras 1 (4) x (3) 1 Corinthians


2021


Ida: Palmeiras 0 x 0 São Paulo


Volta: São Paulo 2 x 0 Palmeiras


2022


Ida: São Paulo 3 x 1 Palmeiras


Volta: Palmeiras 4 x 0 São Paulo


2023


Ida: Água Santa 2 x 1 Palmeiras


Volta: Palmeiras 4 x 0 Água Santa


Logo A Tribuna
Newsletter