Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Santos se despede do Brasileirão com derrota para o Bahia

Já pensando na temporada 2021, Alvinegro foi a campo com equipe recheada de garotos

Por: Por ATribuna.com.br  -  26/02/21  -  02:25
Jovem Ângelo, de apenas 16 anos, foi titular pela primeira vez na carreira
Jovem Ângelo, de apenas 16 anos, foi titular pela primeira vez na carreira   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos encerrou a sua participação no Campeonato Brasileiro com derrota. Na noite desta quinta-feira (25), o Peixe, com o time recheado de garotos, perdeu do Bahia por 2 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 38ª rodada da competição.
Os gols foram marcados por Rossi, de voleio, aos 15 minutos do primeiro, e Alesson, aos 44 do segundo tempo. Apesar da derrota, o torcedor santista se animou com a atuação do jovem Ângelo, de apenas 16 anos. Titular pela primeira vez na carreira, o garoto mostrou que pode ser uma boa opção o técnico Ariel Holan, que comandará o time na temporada 2021.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O resultado não interferiu no posicionamento do Santos na tabela. Com 54 pontos, o Peixe permaneceu na oitava colocação do Brasileirão e classificado para a pré-Libertadores. O Bahia, por sua vez, alcançou os 44 pontos e conquistou classificação para a Copa Sul-Americana.


O Santos fez uma boa primeira etapa. Com personalidade, o jovem time santista não se limitou a defender. Muito pelo contrário. Quase sempre por meio de jogadas iniciadas por Ângelo, pelo lado direito do ataque, os comandados de Marcelo Fernandes incomodaram o sistema defensivo da Bahia.


Apesar do posicionamento ofensivo do Peixe, foi o Bahia quem abriu o placar, aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, Gregore desviou de cabeça na primeira trave e serviu Rossi, que emendou um voleio e mandou a bola para o fundo das redes alvinegras.


A desvantagem não desestabilizou o Peixe. Cheios de vontade de mostrar serviço, os garotos santistas seguiram agredindo o adversário, mas não souberam aproveitar as oportunidades para empatar. A melhor chance, aliás, parou nas mãos do goleiro Douglas, após cabeçada de Bruno Marques.


No intervalo, Marcelo Fernandes resolveu mexer na equipe. Ele sacou o lateral-direito Fernando Pillegi e mandou o meio-campista Gabriel Pirani para o jogo. Com a mudança, Vinicius Balieiro foi deslocado para a lateral.


A alteração não apresentou o resultado esperado por Fernandes. Mesmo sem sofrer defensivamente, o Santos parou de assustar a defesa baiana. Mais experiente e satisfeito com o placar, o Bahia tirou a velocidade da partida e deixou o tempo passar.


Com a intenção de colocar sangue novo e incomodar o adversário por meio da correria, Fernandes fez novas substituições: Allanzinho, Ivonei e Tailson foram para o jogo. Nada mudou. Nos minutos finais, trocou Ângelo por Lucas Lourenço para melhor o passe. Porém, nem isso foi suficiente. Pior: em contra-ataque, Juninho Capixaba avançou pelo lado esquerdo do ataque e, dentro da área, serviu Alesson, que sacramentou a vitória dos donos da casa.


Com o término do Brasileirão, o Alvinegro passa a se concentrar no Campeonato Paulista, que tem início no final de semana. O Santos estreia no domingo (28), às 19 horas, contra o Santo André, no estádio do Canindé.


Ficha técnica:


Bahia - Douglas Friedrich; Nino Paraíba,Ernando,Lucas Fonseca eMatheus Bahia (Juninho Capixaba);Gregore,Ronaldo (Ramon),Patrick de Lucca eRodriguinho (Daniel);Rossi (Thiago Andrade) eGilberto (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti.


Santos - João Paulo; Fernando (Gabriel Pirani), Luiz Felipe, Alex e Wagner Leonardo; Vinícius Balieiro, Sandry (Tailson) e Jean Mota (Ivonei); Ângelo (Lucas Lourenço), Bruno Marques e Arthur Gomes (Allanzinho). Técnico: Marcelo Fernandes.


Gols - Rossi, aos 14 minutos do 1º tempo e Alesson, aos 45 minutos do 2º tempo.


Árbitro -Paulo Roberto Alves Júnior (PR)


Logo A Tribuna