Santos rescinde empréstimo e encaminha contrato definitivo de Luan Peres à Fifa

Peixe publicou a rescisão do vínculo provisório do defensor no Boletim Informativo Diário da CBF e encaminhou o contrato permanente, com validade de quatro anos

Por: Bruno Lima & Fulvio Feola &  -  09/02/21  -  21:14
Atualizado em 09/02/21 - 21:30
Santos entende que a Fifa não criará obstáculos para aprovar o vínculo definitivo de Luan Peres
Santos entende que a Fifa não criará obstáculos para aprovar o vínculo definitivo de Luan Peres   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Apesar da proibição da Fifa de contratar novos jogadores, o Santos está em vias de registrar o contrato definitivo do zagueiro Luan Peres, contratado do Club Brugge, da Bélgica, por 2,8 milhões de euros (R$ 15 milhões), após um ano e quatro meses de empréstimo. Nesta terça-feira (9), o Peixe publicou a rescisão do vínculo provisório do defensor no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e encaminhou o contrato permanente, com validade de quatro anos, à entidade que comanda o futebol mundial para liberação.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


De acordo com o apurado por ATribuna.com.br, o Santos entende que a Fifa não criará obstáculos para aprovar o vínculo definitivo de Luan Peres, pois o jogador já estava no clube antes do transfer ban, e a proibição é válida apenas para novas contratações.


Além disso, a cúpula alvinegra tem conhecimento de que a Fifa já aprovou casos semelhantes, como o de Guilherme Bissoli, do Athletico-PR, e dos jovens Lucas Henrique Barbosa e Robson Alves Reis, do próprio Santos.


Caso a entidade concorde com o pedido alvinegro, o contrato permanente do zagueiro será publicado no BID até o final da semana.


Para não correr o risco de perder o jogador na final da Libertadores, o Peixe prorrogou o empréstimo de Luan Peres por duas vezes: primeiro até 23 de janeiro e, posteriormente, até 15 de fevereiro.


Internamente, havia o receio de que a dívida cobrada pelo Barcelona na Fifa, no valor de 2,9 milhões (quase R$ 19 milhões), por não ter sido procurado pelo Santos quando a Inter de Milão, em 2016, apresentou proposta para contratar Gabigol, conforme determinava um contrato de prioridade, atrapalhasse o processo de contratação de Luan Peres.


Porém, o departamento Jurídico do Peixe estudou situações semelhantes e encaminhou o pedido de registro definitivo do zagueiro à Fifa.


Logo A Tribuna