Santos quer resolver problemas financeiros antes de pensar em reforços

Punição da Fifa, problemas financeiros e foco na Libertadores. Essa é a tônica do Peixe no momento

Por: Fúlvio Feola  -  09/01/21  -  15:09
Diretoria conta com seus atletas para a conquista da Libertadores
Diretoria conta com seus atletas para a conquista da Libertadores   Foto: Ivan Storti / Santos FC

A nova diretoria do Santos, que assumiu o clube no primeiro dia deste ano, está empenhada em "arrumar a casa" e depois ir em busca de novos reforços. A reportagem de ATribuna.com.br apurou que no momento o Alvinegro não está negociando a chegada de nenhum jogador para o time profissional e está totalmente focado na Copa Libertadores da América.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A venda de Lucas Veríssimo para o Benfica, de Portugal, com a manutenção do atleta até o final da Libertadores, já foi considerada benéfica ao clube. Assim como a situação de Luan Peres, que teve seu empréstimo prorrogado, com o Santos podendo comprar o jogador no final da competição internacional. A prioridade é a renovação dos "Meninos da Vila", como Kaio Jorge, Marcos Leonardo, Derick e outros.


O Peixe não está forte no mercado por causa do transfer ban (punição da Fifa que impossibilita o registro de novos jogadores, por dívidas com outros clubes) e o clube estar financeiramente com graves problemas. O Santos ainda deve direito de imagem aos atletas.


O foco na Libertadores, claro, além do importante título, também vislumbra a possibilidade de dinheiro em caixa. A premição para quem conquistar o título é de US$ 15 milhões (aproximadamente R$ 81 milhões na cotação de hoje).


Após priorizar os vencimentos de atletas e funcionários, o Peixe poderá sonhar mais alto. Dentro do clube, fontes alegam que é melhor manter os pés no chão para depois colher os frutos.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna