CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Santos perde para o Palmeiras e é eliminado no Campeonato Paulista
Alvinegro ainda lutará para não ser rebaixado no estadual. Peixe tem confronto direto contra o São Bento
Por: Heitor Ornelas  -  06/05/21  -  22:58
Santos buscou o empate por duas vezes, mas acabou derrotado   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos está eliminado do Campeonato Paulista. A derrota por 3 a 2 para o Palmeiras, nesta quinta-feira (6), no Allianz Parque, acaba com qualquer possibilidade de classificação às quartas de final. A partir de agora, a missão do Peixe, quem diria, é evitar o rebaixamento.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O Santos, com 10 pontos, fica em terceiro no Grupo D. Na 14ªposição geral, o Alvinegro vai lutar contra a degola em duelo com o São Bento, 15º, na última rodada, domingo (9), na Vila Belmiro. O time de Sorocaba tem 9 pontos. Os santistas jogam pelo empate na Vila. O São Caetano já caiu.


O Palmeiras vai a 18 pontos, na terceira posição do Grupo C. O Novorizontino, segundo colocado, tem 19. O líder é o Bragantino, com 22. No domingo, os palmeirenses tentam a classificação diante da Ponte Preta. Para isso, precisam vencer e torcer contra o Novorizontino, que enfrenta o Corinthians.


O clássico desta quinta-feira (6) foi agitado desde o começo. Aos 4 minutos, Giovani recebeu na direita, driblou cinco marcadores e, na hora de concluir, foi atrapalhado e tocou para fora. Três minutos depois, o Palmeiras fez 1 a 0. Gustavo Scarpa driblou Luan Peres e cruzou para Viña, sozinho na pequena área, marcar de cabeça.


O Santos não demorou a reagir. Aos 13 minutos, Marinho ganhou de Viña e cruzou para Kaio Jorge deixar tudo igual.


O Palmeiras voltou a liderar o placar com Willian, que aproveitou cobrança de escanteio e marcou de cabeça: 2 a 1.


Daí em diante, o ritmo caiu um pouco. A temperatura só voltou a subir aos 38, quando Gabriel Pirani bateu colocado e Weverton mandou para escanteio.


No segundo tempo, a emoção também começou cedo. Aos 5 minutos, Wesley fez pênalti desnecessário ao agarrar Kaio Jorge na área. O atacante santista bateu bem e empatou novamente: 2 a 2.


O Santos se empolgou e foi com tudo para o ataque. Marcos Leonardo recebeu de Lucas Braga na entrada da área e, de primeira, acertou a trave.


O Palmeiras, que vinha apagado, acordou e fez 3 a 2. Zé Rafael lançou Viña, que cruzou para Lucas Esteve, livre, tocar para o gol.


Com o tempo, o gás do Santos foi acabando. O Palmeiras se segurou bem na defesa e tocou a bola até o tempo acabar.


Palmeiras - Weverton; Mike, Danilo Barbosa, Empereur e Viña; Felipe Melo (Lucas Esteves), Giovani (Danilo), Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Wesley (Rafael Elias) e Willian. Técnico: Abel Ferreira.


Santos - João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Vinicius Balieiro (Marcos Leonardo), Jean Mota (Kevin Malthus) e Gabriel Pirani (Renyer); Marinho (Ângelo), Kaio Jorge e Lucas Braga (Lucas Lourenço). Técnico: Marcelo Fernandes.


Gols - Viña, aos 7, Kaio Jorge, aos 13, e Willian, aos 22 minutos do primeiro tempo. Kaio Jorge, aos 7, e Lucas Esteves, aos 32 minutos do segundo tempo


Cartões amarelos - Zé Rafael, Jean Mota, Gabriel Pirani, Lucas Braga, Kaiky


Árbitro - Luiz Flavio de Oliveira