Santos corre contra o tempo para não perder Dodô

Peixe tem apenas 11 dias para regularizar situação de seu lateral por causa de uma clausula no contrato

Por: Bruno Lima  -  20/12/18  -  19:30
Atleta foi titular na temporada 2018, mas corre o risco de ficar de fora em 2019
Atleta foi titular na temporada 2018, mas corre o risco de ficar de fora em 2019   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos corre contra o tempo para confirmar a permanência do lateral-esquerdo Dodô. Com o empréstimo do jogador em vias de se encerrar, o presidente José Carlos Peres tem, a partir desta quinta-feira (20), apenas 11 dias para sacramentar o negócio.


O prazo se deve a uma cláusula no contrato que dá prioridade de compra ao Alvinegro pelo valor de 2 milhões de euros (pouco mais de R$ 8 milhões). Como Dodô só tem vínculo com o Santos até o próximo dia 31, é até essa data que o Peixe precisa acertar todos os detalhes da transação.


Se a aquisição não for confirmada até o último dia de 2018, a Sampdoria poderá negociar o jogador com outros clubes, e por um valor maior.


Conforme informações obtidas por A Tribuna On-line, o estafe do lateral-esquerdo e Peres já conversam sobre a proposta apresentada pelo Santos. Porém, ainda não entraram em acordo.


Na última terça-feira José Carlos Peres voltou a afirmar que tem tudo tudo resolvido com o clube italiano. O problema está justamente no acordo com Dodô.


Recém-contratado, o técnico Jorge Sampaoli, em sua entrevista de apresentação, também na última terça, afirmou que gostaria da permanência do atleta. Ele revelou que conversaria com Dodô para convencê-lo a ficar no Santos.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna