Ricardo Goulart inicia pré-temporada no Santos para ter melhor sequência de jogos dos últimos anos

Atleta de 30 anos chega para vestir a 10 do Peixe

Por: Bruno Lima  -  12/01/22  -  06:58
Meia-atacante assinou por dois anos
Meia-atacante assinou por dois anos   Foto: Reprodução/Santos FC

Anunciado como o mais novo reforço do Santos, o meia-atacante Ricardo Goulart dá início hoje a sua pré-temporada com os novos companheiros no CT Rei Pelé. E esse período de treinamentos será essencial para o atleta, que, aos 30 anos, chega para vestir a camisa 10 do Alvinegro ciente de que nesta temporada terá que atuar mais vezes do que nos dois últimos anos na China.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Ao longo de 2020 e 2021, Ricardo Goulart disputou 35 jogos, sendo 17 pelo Guangzhou Evergrande e outros 18 pelo Hebei Fortune.


Nesse período, foram 29 participações como titular e seis saindo do banco de reservas.


Em apenas 10 ocasiões em que iniciou em campo foi substituído.


Jogador com faro de gol apurado por todos os clubes que passou, Goulart balançou as redes adversárias em 11 oportunidades e deu cinco assistências.


A partir de agora, Goulart volta para uma realidade muito mais intensa.


De acordo com as competições que o Santos tem pela frente em 2022 - Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro -, o elenco alvinegro, dependendo do desempenho em todas essas competições, pode chegar à marca de 77 jogos no ano.


Isso significa que caso Goulart se faça presente em 50% das partidas do Santos em uma hipotética temporada perfeita do clube - com participações nas finais do Estadual e das duas copas -, Goulart irá atuar mais vezes do que atuou nos últimos dois anos.


A título de comparação, o zagueiro paraguaio Junior Alonso, recentemente vendido pelo Atlético-MG ao Krasnodar, da Rússia, foi um dos jogadores que mais atuaram no Brasil em 2021, com exatas 50 partidas.


Ou seja, somente no ano passado o defensor disputou 15 jogos a mais do que Goulart nas últimas duas temporadas de China.


Logo A Tribuna