Recorde de audiência ajudou o Santos a firmar acordo de patrocínio

Assim que o árbitro argentino Patricio Loustau apitar o início do clássico, um total de 190 países estará com os olhos colados em milhares de aparelhos de televisão.

Por: Bruno Lima  -  26/01/21  -  12:55
Atualizado em 26/01/21 - 13:05
Empresa japonesa desenvolvedora de jogos eletrônico assinou contrato com o peixe
Empresa japonesa desenvolvedora de jogos eletrônico assinou contrato com o peixe   Foto: Divulgação

O duelo entre Santos e Palmeiras, no próximo sábado (30), no Maracanã, entrará para a história da Libertadores. Mas não só por apontar o campeão da edição de 2020 da competição. Assim que o árbitro argentino Patricio Loustau apitar o início do clássico, um total de 190 países estará com os olhos colados em milhares de aparelhos de televisão.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Essa será a decisão da Libertadores mais assistida de todos os tempos. O recorde era da de 2019, quando 186 nações assistiram o Flamengo vencer o River Plate, de virada, nos minutos finais, por 2 a 1, e sagrar-se bicampeão sul-americano.


O interesse dos países de outros continentes pela final da Libertadores aumentou depois que a Conmebol decidiu fazer a decisão em jogo único, de maneira idêntica à Liga dos Campeões.


Clube divulgou montagem com o logo do game como patrocínio master
Clube divulgou montagem com o logo do game como patrocínio master   Foto: Divulgação/SFC

Essa visibilidade contribuiu para que o departamento de Marketing do Santos firmasse um acordo pontual com a Epic Games - produtora de jogos eletrônicos - para que a empresa norte-americana estampasse a marca do Fortnite - o maior jogo do mundo, com mais de 350 milhões de contas e 2.5 bilhões de conexões - no espaço nobre da camisa do Peixe.


Santos e Palmeiras se enfrentarão às 17 horas. Em caso de empate, as duas equipes disputarão uma prorrogação com dois tempos de 15 minutos cada. Nova igualdade no placar fará o campeão ser conhecido por meio de cobranças de pênaltis.


Logo A Tribuna