Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Quarta passagem de Robinho pelo Santos é encerrada sem jogos e cercada por polêmica

Atacante de 37 anos sequer entrou em campo para defender o Peixe, uma vez que foi condenado em segunda instância a nove anos de prisão por estupro coletivo na Itália. Contrato encerra neste domingo (28)

Por: Por ATribuna.com.br  -  28/02/21  -  11:16
Atualizado em 28/02/21 - 11:58
  Foto: Divulgação/Santos FC

A quarta passagem do atacante Robinho no Santos chega ao fim neste domingo (28). Com problemas extracampo, o atleta de 37 anos sequer pisou nos gramados para defender o Peixe, uma vez que foi condenado em segunda instância a nove anos de prisão por estupro coletivo na Itália. A defesa do jogador recorre à Corte de Cassação, a terceira instância no país europeu.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Robinho foi contratado pelo Santos no dia 10 de outubro do ano passado, ainda sob a gestão do ex-presidente Orlando Rollo e mesmo já condenado em primeira instância pelo caso. Na prática, a última passagem do jogador pelo clube alvinegro durou apenas seis dias, já que a revelação de trechos da sentença da Justiça italiana que condenou o atleta e um amigo aumentou a pressão popular sobre a contratação e a suspensão do vínculo foi sacramentada.


Na época, Robinho assinou um contrato válido até este domingo e receberia apenas R$ 1.500,00 até o mês de dezembro. Depois disso, alguns investidores se comprometeram a arcar com os salários de janeiro a fevereiro. Por sua vez, o contrato tinha cláusula de renovação até o fim de 2022 com o salário que incluía parcelas de uma dívida que o clube tinha com o atleta.


Pela primeira vez na carreira, Robinho passou pelo seu clube formador sem conquistar títulos, marcar gols ou até mesmo entrar em campo.


*Com informações do Ge.Globo


Logo A Tribuna