Logo A Tribuna

Na luta contra o rebaixamento, Santos encara o líder Atlético-MG

Partida válida pelo Brasileirão será disputada nesta quarta (13), às 19 horas, no Mineirão

Por: Redação  -  13/10/21  -  06:41
Atualizado em 13/10/21 - 07:00
 Um dos mais empolgados na vitória contra o Grêmio, Camacho espera que o Santos alcance mais um triunfo
Um dos mais empolgados na vitória contra o Grêmio, Camacho espera que o Santos alcance mais um triunfo   Foto: Ivan Storti/SFC

Depois de 11 partidas sem vitória, o Santos respirou aliviado no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Grêmio por 1 a 0, na Vila Belmiro, no último domingo (10). Contudo, na luta para não cair, agora surge o maior dos obstáculos pelo caminho: o líder Atlético-MG, nesta quarta (13), às 19 horas, no Mineirão.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Um dos jogadores que mais vibraram com a sofrida vitória frente ao Grêmio, o volante Camacho se mostra ciente da importância do momento. “Todos os times que estão próximos de nós na tabela vão ter jogos complicados também, então se a gente conseguir essa vitória vai ser primordial para ficarmos ainda mais longe da zona de rebaixamento. Vai ser mais uma final. E não vai adiantar nada a fazer o jogo que fez no domingo e não conseguir dar uma sequência. Então vamos com a cabeça boa e sabendo que a gente pode buscar o triunfo em Minas”, disse o jogador em entrevista ao site do clube.


No último domingo, Camacho não se conteve na confirmação do gol de Wagner Leonardo. Sozinho na lateral do gramado, ele se ajoelhou, gritou e bateu no escudo do Peixe diversas vezes. O gesto viralizou nas redes sociais. “Hoje, com a internet, não tem como a gente ficar sem saber das coisas. E fiquei muito feliz com a repercussão do meu gesto. Ali foi mais um desabafo mesmo, aquele sentimento de um caminhão saindo das costas de todos nós, jogadores e torcedores. Da forma que aconteceu, nos acréscimos, foi um desabafo e um alívio para todos”, comentou.


“Eu não esperava essa identificação tão rápida aqui. Apesar do momento complicado, eu me sinto muito bem no clube. Muito orgulhoso de defender essas cores. Fui bem recebido por todos. Sabemos que ainda tem muito campeonato pela frente e ainda estamos numa situação muito difícil, mas o jogo de domingo foi bom demais. Acho que foi do jeito que tinha que ser para a gente tirar essa zica e partir para coisas boas”, afirmou o camisa 29.


Atlético-MG


Everson; Guga, Nathan Silva, Réver e Dodô; Allan, Jair, Zaracho e Nacho; Hulk e Keno (Diego Costa). Técnico: Cuca.


Santos


João Paulo; Vinícius Balieiro, Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo; Marcos Guilherme, Camacho, Jean Mota e Vinícius Zanocelo; Lucas Braga, Marinho e Léo Baptistão. Técnico: Fábio Carille.


Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR). Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, quarta-feira (13), às 19 horas. Transmissão do Premiere.


Logo A Tribuna