CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Modesto Roma Júnior sofre derrota na Justiça em processo contra o Santos
Ex-presidente do Peixe ainda pode recorrer da primeira decisão
Por: Fúlvio Feola  -  03/05/21  -  09:39
Ex-presidente do Santos perde na Justiça em primeira instância   Foto: Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo /Santos FC

O ex-presidente do Santos Futebol Clube Modesto Roma Júnior perdeu na Justiça seu pedido de reingresso ao quadro associativo do clube. Ele havia pedido também ressarcimento por dano moral. A juíza da 6ª Vara Cível de Santos, Sheyla Romano dos Moura, julgou improcedente o pedido de Roma Jr.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Modesto alega que seu desligamento do Santos, em novembro de 2019, foi promovido por desacerto com os procedimentos previstos no Estatuto Social do clube.


O processo cabe recurso e o ex-presidente do Santos, que é representado pelo advogado Luiz Guilherme Jacob do escritório Jacob, Morêno e Jacob, vai recorrer.


Modesto Roma Júnior ficou na gestão do clube de 2015 a 2017. O ex-presidente foi expulso do quadro associativo do Santos no dia 5 de novembro de 2019. Os motivos da expulsão foram a reprovação das contas do ano de 2017, que foi o último dele à frente do Peixe, além da contratação da empresa Quantum Solutions Limited, com escritório em Malta, para prestar serviço de intermediação com o PSG pelo pagamento do mecanismo de solidariedade referente a Neymar, de 5% em relação ao valor que o clube teria a receber quando o jogador trocou o Barcelona pelo clube francês, a título de comissão.


A reportagem de ATribuna.com.br entrou em contrato com o ex-presidente Modesto Roma Júnior, que apenas frisou que irá recorrer na Justiça e já esperava uma derrota em 1ª Instância.