Luiz Felipe revela que Sampaoli quer zagueiros com coragem para atacar

O defensor revelou que são constantes os pedidos para que jogadores da zaga avancem em campo

Por: Bruno Lima  -  31/01/19  -  13:51
Atualizado em 31/01/19 - 13:56
  Foto: Ivan Storti / Santos FC

Uma das mudanças aplicadas pelo técnico Jorge Sampaoli no time do Santos é em relação ao comportamento dos zagueiros durante as partidas. Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (30), Luiz Felipe revelou que são constantes os pedidos do argentino para que os homens da linha defensiva se façam presentes na intermediária do campo.


"Ele pede para que a gente arrisque e adiante a linha. Somos os últimos homens da linha, depois é só o goleiro. Então, é difícil estar sempre no campo do ataque. Nós buscamos mais defender do que atacar, e ele pede para que a gente ajude no ataque. É a coragem citada pelo Gustavo Henrique após o clássico. É não ter medo da bola lançada pelo time adversário, porque nessa bola você consegue chegar, ele diz. Por isso, pede coragem para encurtar o campo do adversário", explica o defensor.


Para que tudo isso saia exatamente como o planejado, o treinador tem exigido muito dos jogadores do Santos nos treinamentos. Entretanto, para Luiz Felipe essa intensidade no trabalho do argentino não chega a surpreender.


"Eu já trabalhei com treinadores mais ou menos parecidos com ele (Sampaoli). No Paraná, o Fernando Diniz era o técnico e ele também gosta desse trabalho de posse, de sair jogando. Então, esses treinadores que gostam desse estilo treinam muito, porque é preiciso muita repetição e movimentação. O Dorival Júnior também gostava muito. Esses três treinadores fizeram o trabalho mais parecido com o que tenho agora de posicionamento, sair jogando e buscar estar sempre com a bola". finaliza.


Logo A Tribuna