Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Libertadores não tira foco de Felipe Jonatan no Brasileiro: 'Estamos vivos na briga pelo G-6'

O Santos enfrenta o Fortaleza, nesta quinta-feira (21), às 19 horas, no Castelão, pela 31ª rodada da competição

Por: Do Estadão Conteúdo  -  20/01/21  -  17:02
Atualizado em 20/01/21 - 17:15
Felipe Jonatan quer ver o Santos brigando na parte de cima da tabela
Felipe Jonatan quer ver o Santos brigando na parte de cima da tabela   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O elenco do Santos não limita suas ambições apenas à conquista da Copa Libertadores, cuja decisão está marcada para dia 30, no Maracanã, diante do Palmeiras. Um exemplo disso é a postura do lateral-esquerdo Felipe Jonatan, que quer ver a equipe concentrada nos jogos do Campeonato Brasileiro, a começar pelo duelo com o Fortaleza, nesta quinta-feira, às 19h, no Castelão, pela 31ª rodada.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


"É óbvio que teremos o jogo mais importante dos últimos anos no dia 30 e não dá para apagar isso da cabeça, porém, ainda estamos vivos na briga pelo G-6 do Brasileirão e não podemos largar isso Nosso grupo já vem mostrando que é muito forte e essa partida com o Fortaleza será mais uma oportunidade para seguir brigando lá em cima, então vamos com tudo em busca dessa vitória", afirmou o camisa 3.


O Santos soma 45 pontos e está na oitava colocação do Brasileiro, a seis pontos do Grêmio, primeiro time na zona de classificação para a próxima Libertadores. O jogo em Fortaleza é encarado de um forma especial pelo cearense Felipe Jonatan.


"Jogar na minha cidade sempre é muito gratificante, né!? Sempre reencontramos alguns familiares e amigos. Infelizmente com a pandemia não será possível ver todo mundo, mas sempre que puder atuar no Castelão será um prazer enorme. Já pude vencer aqui duas vezes com o Santos e vamos lutar por outra vitória", concluiu Felipe, relembrando os triunfos diante do Ceará, em 2019 e 2020, ambos por 1 a 0. No segundo confronto, foi do defensor o gol da vitória.


Logo A Tribuna