Gabigol perde pênalti no fim e Flamengo vence o Santos no Maracanã

Artilheiro do Brasileiro desperdiçou pênalti aos 43 minutos da etapa final; Henrique Dourado marcou único gol do jogo

Por: Cássio Lyra  -  15/11/18  -  22:04
Por duas vezes, uma delas de pênalti, Gabriel desperdiçou de balançar às redes no Maracana
Por duas vezes, uma delas de pênalti, Gabriel desperdiçou de balançar às redes no Maracana   Foto: Bruna Prado/Getty Images

O Santos perdeu para o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã,em jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado pelo ex-santista Henrique Dourado, aos 28 minutos do segundo tempo. O jogo, equilibrado na sua maioria do tempo, foi marcado por dois lances envolvendo Gabriel, artilheiro do Brasileirão, que teve a oportunidade de marcar o seu 17º gol na competição. No primeiro, Gabriel finalizou em cima do goleiro César, do Flamengo. No outro, em cobrança de pênalti, aos 43 minutos da etapa final, o camisa 10 do Peixe esbarrou mais uma vez no goleiro rubro-negro.


Com a derrota, o Santos permanece com os mesmo 46 pontos, quatro a menos que o sexto colocado, Atlético-MG, concorrentes na luta por uma vaga para a Copa Libertadores do ano que vem. Já o Flamengo, com a vitória, assume de forma provisória a vice-liderança do Brasileirão com 63 pontos, ultrapassando o Internacional, sete a menos que o líder Palmeiras, que tem 70.


Na próxima rodada, o Santos volta a enfrentar uma equipe que luta pela permanência na primeira divisão. Dessa vez, o Peixe vai até Belo Horizonte para encarar o América-MG, no domingo (18), às 17h, na Arena Independência. Já o Flamengo, no mesmo dia e horário, enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife.


Derrota no Maracanã foi a terceira consecutiva do Santos no Brasileirão
Derrota no Maracanã foi a terceira consecutiva do Santos no Brasileirão   Foto: Bruna Prado/Getty Images

O jogo


No primeiro tempo, sem o exagero da palavra, só deu Flamengo. Com mais posse de bola, o rubro negro esteve muito mais próximo de abrir o placar do que o Peixe que, em toda a primeira etapa, só levou perigo aos 33 minutos e se preocupou apenas em se defender. O Flamengo teve a posse de bola, mas demorou para criar oportunidade clara de gol. Somente aos 21 minutos, Vitinho apareceu com a bola na entrada da área pelo lado esquerdo.


O atacante fintou Victor Ferraz e chutou para boa defesa de Vanderlei. A insistência do Flamengo na primeira etapa se baseou somente em chutes de longa distância. No mais perigoso deles, Diego finalizou por cima, chamando bastante a atenção do goleiro do Peixe. Num raro momento em que o Santos chegou à área adversária, por pouco não saiu o gol com Diego Pituca. A cabeçada após cruzamento de Rodrygo acertou a rede, só que pelo lado de fora.


O esquema de quatro atacantes foi logo desfeito no intervalo com a entrada de Jean Mota no lugar de Arthur Guedes. O esquema até funcionou, já que o Santos equilibrou bem as ações da partida. Logo de início, Bruno Henrique arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de César, a primeira participação do goleiro do Flamengo no jogo, até então.


Flamengo e Santos jogaram para mais de 46 mil torcedores no Maracanã
Flamengo e Santos jogaram para mais de 46 mil torcedores no Maracanã   Foto: Bruna Prado/Getty Images

O bom momento do Santos quase resultou em gol, aos 16 minutos, quando Henrique Dourado deu um passe nos pés de Rodrygo, na faixa intermediária do campo. O jovem atacante santista arrancou em direção ao gol, fintou três marcadores e finalizou na entrada da grande área para outra boa defesa de César. Mais tarde, aos 20, Pituca lançou Bruno Henrique pelo lado esquerdo. O camisa 11 cruzou na pequena área e Gabriel chutou em cima do goleiro do Flamengo, desperdiçando grande oportunidade de abrir o marcador.


O dilema do futebol de que ‘quem não faz, toma’ veio à tona contra o Santos. Diego lançou Berrío na área, pelo lado esquerdo da defesa do Peixe. O colombiano ajeitou de primeira para Henrique Dourado estufar para as redes, marcando o seu 13º gol no Campeonato Brasileiro, artilheiro do Fla na competição.


Cuca ainda fez duas alterações, uma por conta da lesão de Dodô, e a entrada de Eduardo Sasha para deixar o time mais ofensivo, tentando buscar o gol de empate. A chance mais clara foi aos 40. O vacilo de Léo Duarte após belo desarme de Bruno Henrique deixou a bola com Gabriel. O atacante partiu em direção ao gol, mas foi obstruído dentro da área. O árbitro da partida não marcou pênalti, mas obteve ajuda de um dos auxiliares atrás do gol que assinalou a fala dentro da área.


Gabriel, artilheiro do Brasileirão, que perdeu chance anteriormente de marcar, teve a oportunidade de se redimir na cobrança de penalidade. Gabriel chutou rasteiro e César fez a defesa, salvando a vitória flamenguista no Maracanã, que recebeu mais de 46 mil torcedores no feriado da República.


Muita comemoração dos flamenguistas após a defesa de César
Muita comemoração dos flamenguistas após a defesa de César   Foto: Bruna Prado/Getty Images

Ficha técnica


Flamengo 1 x 0 Santos


Local: Maracanã


Público/renda: 46.067 torcedores / R$ 1.136.024,00


Gol: Henrique Dourado (28’/2T)


Cartões amarelos: Yuri, Rodinei, Gabriel, Pará, Alison, Jean Mota e Gustavo Henrique


Flamengo: César; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Pará; Cuéllar (Jean Lucas), Rômulo e Diego; Everton Ribeiro, Vitinho (Berrío) e Uribe (Henrique Dourado). Técnico: Dorival Júnior.


Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Yuri, Gustavo Henrique e Dodô (Renato); Alison (Eduardo Sasha) e Diego Pituca; Arthur Gomes (Jean Mota), Rodrygo, Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Cuca.


Logo A Tribuna