Em fim de contrato, Arthur Gomes tem renovação sob análise no Santos

O vínculo do atacante com o Peixe tem validade até 30 de dezembro deste ano

Por: Bruno Lima  -  05/03/21  -  20:14
Atualizado em 05/03/21 - 20:32
Arthur Gomes foi revelado pelo Santos, mas nunca se firmou como titular
Arthur Gomes foi revelado pelo Santos, mas nunca se firmou como titular   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Assim como acontece com Kaio Jorge, o atacante Arthur Gomes tem contrato com o Santos apenas até o final da temporada. Com isso, o jogador de apenas 22 anos pode assinar um pré-contrato com outro clube e sair de graça a partir de 30 de junho. De acordo com o apurado por ATribuna.com.br, a prorrogação do vínculo do atleta está sob avaliação pela cúpula alvinegra. 


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Arthur Gomes foi revelado pelo Santos e promovido ao elenco profissional em 2017. Desde então,  disputou 99 partidas e marcou 11 gols com a camisa alvinegra. 

Apesar de estar em vias de chegar ao 100º jogo pelo Peixe, ele nunca se firmou como titular. 

Com o intuito de fazer Arthur Gomes ganhar mais experiência, em 2019 o Santos o emprestou  à Chapecoense para a disputa do Campeonato Brasileiro.

No time catarinense, o atacante fez 30 jogos, sendo 18 como titular. Sem conseguir evitar o rebaixamento da equipe de Chapecó, Arthur Gomes marcou 4 gols e terminou a competição como o segundo jogador com mais dribles bem sucedidos (média de 2,4 dribles por partida), atrás apenas de Soteldo (média de 3,8).

De volta à Vila Belmiro, imaginou-se que  Gomes poderia se tornar peça importante na temporada 2020 como opção para Soteldo e Marinho. Isso, no entanto, não ocorreu. 

Em outubro do ano passado, o Al Ain, da Arábia Saudita, apresentou uma proposta para levar Arthur Gomes por empréstimo de um ano. Na oferta, os sauditas ofereceram US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões à época).  O Peixe, contudo, recusou a oferta sob a justificativa de que só aceitava negociá-lo em definitivo. 

Mantido no clube, Arthur Gomes, que tem a carreira gerenciada por Neymar pai, fez parte do grupo vice-campeão da Libertadores, mas atuando somente em parte dos dois compromissos com o Delfín, do Equador, e com o Defensa y Justicia, na Vila Belmiro, todos pela fase de grupos. 

Para ter o contrato prorrogado, o atacante terá que fazer mais do que fez até então e assim convencer o técnico Ariel Holan de que pode ser importante à sua filosofia de jogo.


Logo A Tribuna